Com um gol marcado aos 49 minutos do segundo tempo, o Luverdense foi derrotado pelo o Inter de Porto Alegre, pelo placar de 1 a 0 no Beira Rio, em jogo válido pela Série B do Campeonato Brasileiro. Os jogadores do Luve reclamaram que o gol foi ilegal, em um lance onde o auxiliar ergue a bandeira e entra em campo assinalando impedimento do ataque do Internacional.

O Luverdense segurava o empate até os 49 minutos do segundo tempo, quando em um contra-ataque do time gaúcho, William Potker foi lançado em posição irregular, correu para a bola e não a alcançou, caracterizando o impedimento de forma clara, e sinalizado pelo auxiliar. Revoltado, o presidente do time de Mato Grosso, Helmute Lawish, chegou a invadir o gramado do Beira-Rio. Os jogadores ameaçaram a não voltar para campo após o gol. Mas, depois decidiram, dar o novo início da partida.

Leia também:  Prefeitura já adotou medidas para controle de abastecimento de frotas e fez nova licitação

Com a sinalização do bandeira, a equipe do Luverdense parou a jogada e, prejudicada pela arbitragem, que deu sequência a jogada, sofreu o gol. Com o placar de 1 a 0, o Verdão do Norte permanece com 16 pontos e agora se prepara para enfrentar o Paraná, no Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde, nesta sexta-feira.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.