Imagem: VTR DERFCuiaba
Foto: Reprodução

Nesta segunda-feira (03), os policiais prenderam o terceiro suspeito de roubar uma residência, no bairro Tijucal, e também apreenderam o adolescente V.H, 16 anos, que está envolvido em outro roubo investigado na delegacia.

Investigações da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá (Derf) culminaram na prisão de oito homens envolvidos em roubos a residência, praticados mediante emprego de arma de fogo e violência contra as vítimas. As prisões foram efetuadas em cumprimento de mandados de prisão preventiva, no período de 26 de junho a 3 de julho.
O suspeito Weslen Siqueira de Souza, na companhia de outros três homens, foi identificado nas investigações do roubo com restrição de liberdade das vítimas, ocorrido na noite no dia 2 de março de 2017. Seus comparsas, Israel Álvares da Silva, conhecido por “Titico”, e Jonathan Fernandes Varanda de Souza, tiveram os mandados de prisão cumpridos no dia 28 de junho.
 
Na ocasião, as vítimas contaram que estavam em casa quando perceberam que o padrão de energia elétrica foi desligado. Ao verificar, perceberam dois homens jovens pulando o muro, sendo que um deles estava armado com um revólver. As vítimas foram rendidas e obrigadas a permanecerem deitadas no chão enquanto os bandidos recolhiam produtos eletrônicos e outros objetos de valor, que foram colocados dentro do carro da família, um Pálio vermelho.
 
As vítimas ficaram trancadas em um dos quartos e somente saíram quando notaram que os bandidos haviam deixado a casa e não havia mais perigo.
 
No sábado (01), os policiais cumpriram mandado de prisão contra Júlio Cezar Viana Rodrigues, 23, que já estava preso por outros crimes na Penitenciária Central do Estado. O suspeito responde por tentativa de latrocínio, praticada por ele e mais Ediney José de Amorim Junior, 20, o “Rosinha”. A dupla tentou roubar a casa de um policial militar, no bairro Residencial Buritis. Houve troca de tiros e um dos disparos do suspeito atingiu a irmã do policial na perna.
 
Em seguida, os bandidos se esconderam em outra casa, onde fizeram as vítimas reféns por cerca de seis horas. Os criminosos roubaram objetos e um veículo, que foi localizado, posteriormente. “Identificamos primeiramente Ediney, que está preso pelos dois fatos. Ele já está indiciado por tentativa de latrocínio na primeira e na segunda por roubo circunstanciado por emprego de arma e restrição da liberdade da vítima”, informou o delegado do núcleo de investigações a roubo a residências, Caio Fernando Álvares de Albuquerque.
 
Em outro inquérito, as investigações da Derf Cuiabá identificaram Matheus Nicólas de Moraes Freire, que foi preso no dia 29 de junho, no bairro Santa Teresinha, em Cuiabá, acusado de roubar uma residência do bairro Jardim Presidente I, em fevereiro deste ano.
 
Na noite do dia 6 de fevereiro, um casal e os dois filhos de 6 e 8 anos foram rendidos dentro da própria casa. O morador contou que depois de recolher o veículo, quatro homens armados entraram pelo portão da garagem e abordaram ele e seu filho de seis anos.
 
Os assaltantes apontaram uma arma de fogo para a cabeça do filho e o levaram para o quarto, onde sua mulher e a filha de 8 anos estavam. Da casa, os bandidos subtraíram celulares, aliança de 18 quilates, notebook, uma corrente de ouro com pingente. Os criminosos fugiram depois que a vizinha estranhou e acionou a Polícia.
 
Quadrilha armada
 
Também no dia 29 de junho, foi preso Edelson Armando Gonçalves de Carvalho, 20 anos, envolvido em roubo a residência, no bairro Jardim das Palmeiras, no dia 30 de maio. O assalto foi praticado na companhia de Oscar Junior da Silva.
 
No roubo, a vítima, esposa de um policial militar, foi rendida pela dupla na porta da casa e levada para dentro da residência com uma arma apontada para sua cabeça. O esposo, ao ver que a mulher estava sob a mira da arma de fogo, se rendeu colocando sua arma no chão. Os bandidos levaram a pistola do militar, celulares e o veículo do casal, que foi localizado, posteriormente.
 
O comparsa, Oscar Junior da Silva, foi preso em flagrante na posse da arma do roubo e da pistola do policial/vítima, e mantido preso por posse ilegal de arma de fogo de uso permitido e restrito.
 
No curso dessa investigação, a Derf identificou o comparsa, Edelson, que teve a prisão preventiva requisitada à Justiça. Ele foi indiciado no inquérito policial por roubo e o comparsa Oscar, indiciado por roubo circunstanciado, além da posse de arma de uso restrito e permitido
Advertisements
Leia também:  Trio é preso por sequestro e homicídio de usuária de drogas em Lucas do Rio Verde

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.