Sirene em viaturas- Foto: arquivo AGORAMT
Sirene em viaturas- Foto: arquivo AGORAMT

A operação integrada denominada “Malafaia”, deflagrada na noite de quinta-feira (06), no em Rondonópolis, resultou em 60 pessoas abordadas e seis pessoas conduzidas à 1ª Delegacia de Polícia. A ação visa combater e coibir delitos envolvendo a exploração sexual e o favorecimento da prostituição, na região central da cidade.

Na ação também foram fiscalizados 3 estabelecimentos comerciais, 7 confecções de autos entre constatação e apreensão, 3 registro de boletins de ocorrência e 4 notificações. Os presos foram autuados por envolvimento com crimes de exploração sexual e favorecimento a prostituição,

O trabalho foi realizado diante de requisição do Ministério Público (MP) e teve como principais alvos locais onde funcionam bares e lanchonetes suspeitas de servir como “fachada” para a prática de crimes. “Foi um pedido da Promotoria de Justiça, para que as forças policiais, junto ao Conselho Tutelar, fizessem essa fiscalização”, reforçou o delegado regional, Claudinei Lopes.

Leia também:  Motorista sem CNH mata motociclista idoso ao fazer ultrapassagem proibida na MT-358

Ainda foram apreendidas diversas bebidas com prazo de validade vencida, cadernos e anotações que continham preço e nomes de mulheres, preservativos e outros objetos que caracterizam a existência de exploração sexual.

Participaram da operação “Malafaia” as equipes da Polícia Judiciária Civil, em parceira com a Polícia Militar, Corpo de Bombeiro Militar, Conselho Tutelar, Secretaria de Receita de Rondonópolis, Vigilância Sanitária e Procon.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.