Sirene em viaturas- Foto: arquivo AGORAMT
Sirene em viaturas- Foto: arquivo AGORAMT

Pacientes que estavam na fila do Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia, no Centro do Rio, foram assaltados no início da manhã desta quinta-feira (20). Eles esperavam a abertura do hospital, por volta das 5h, quando criminosos chegaram em um carro.
Segundo os relatos das pessoas que estavam na fila para a equipe de reportagem do Bom Dia Rio, eram três homens e uma mulher. Eles renderam os da fila e pediram carteiras, celulares e chegaram a levar o cordão de uma menina e a mochila de uma outra criança.
“Chegaram os caras armados, com mulher e tudo, e desceram e fez o arrastão aqui na porta do hospital. Fiquei desesperada com a minha filha”, disse uma das vítimas.

Leia também:  Refrigerante de máquina pode estar com seus dias contados

A unidade só abre às 6h e os pacientes costumam madrugar na fila, já que muito saem de outras cidades só para fazer o tratamento no Instituto.
Laboratório do Instituto está fechado
O laboratório do Instituto está sem funcionar há três meses e as pessoas que chegam por lá não conseguem fazer o exame. O marido de uma paciente, que tem 71 anos e se trata há 15 anos no Instituto, disse que ela precisa fazer dois exames simples: sangue e urina. Mas a data da consulta está chegando e, até agora, ela não conseguiu realizá-los.

“A gente foi fazer o exame dela na sexta-feira (14) e o laboratório estava fechado. Ela não conseguiu fazer o exame. Ela ia fazer o exame para levar no dia 8 de agosto. A resposta é que o laboratório estava fechado, não tem previsão de abrir, e que era pra quem tinha consulta marcada ir assim mesmo, sem exame de sangue e de urina”, disse Francisco Barbosa Cardoso, marido da paciente.

Leia também:  Mãe de assaltante registra B.O contra vítima que agrediu o filho durante roubo em SP
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.