Imagem: 11 11 2015 foto presidio 2
Preso foi morto supostamente por estrangulamento na Penitenciária Central, em Cuiabá (Foto: TVCA)

Um preso foi morto supostamente por estrangulamento na madrugada desta segunda-feira (24) em uma das celas da Penitenciária Central do Estado (PCE), no Bairro Pascoal Ramos, em Cuiabá. De acordo com a assessoria da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), um dos presos que estava na cela assumiu a autoria do crime. Ele justificou que matou o colega por causa de uma briga entre eles.

O detento, identificado como Amaro Manoel dos santos Neto, tinha 23 anos e estava preso na PCE pelo crime de roubo qualificado, conforme informou a secretaria ao G1. A Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) disse que o preso foi encontrado morto com um lençol amarrado ao pescoço apoiado na grade da cela. Quatro presos estavam na mesma cela que a vítima.

Leia também:  Andarilho é espancado até desmaiar em praça de Sinop

Inicialmente não foram encontrados sinais de defesa no corpo do preso. Um exame de necrópsia deve apontar oficialmente a causa da morte de Amaro. A Sejudh afirmou que abriu uma investigação interna para apurar a morte do detento. O corpo dele foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).

A DHPP ainda vai ouvir os outros presos que estavam na mesma cela.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.