Imagem: Programa oferece capacitação nos EUA para professores de língua inglesa da educação básica
Reprodução: Governo do MT | Junior Silgueiro

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) está com edital aberto até o dia 15 de julho para o Programa de Desenvolvimento Profissional para Professores de Língua Inglesa nos EUA (PDPI). O objetivo é capacitar professores da educação básica em efetivo exercício nas redes públicas de ensino e estreitar as relações bilaterais entre Brasil e Estados Unidos.

O programa oferece curso intensivo de seis semanas nos Estados Unidos, entre janeiro e fevereiro de 2018, com atividades acadêmicas e culturais. Ao todo, são ofertadas até 479 vagas, sendo até 17 professores por unidade da federação. Serão selecionados até 20 professores que tenham obtido sua licenciatura de língua inglesa pela Universidade Aberta do Brasil (UAB).

Leia também:  Apostador de Cuiabá ganha sozinho quase R$ 2 milhões em sorteio do LotoFácil

Os candidatos que preencherem os requisitos descritos no edital devem solicitar senha de acesso na página da Comissão Fulbright. De posse da senha, no mesmo endereço, o candidato terá acesso ao formulário de inscrição online. Ao formulário, devem ser anexados os documentos descritos no Edital. As inscrições devem ser feitas até 15 de julho.

Os candidatos que apresentarem formulários e documentação completos e que cumprirem os requisitos do programa terão suas candidaturas consideradas válidas e deverão realizar, obrigatória e gratuitamente, o teste de proficiência de língua inglesa TOEFL ITP, que será oferecido em, pelo menos, todas as capitais dos estados brasileiros e no Distrito Federal. Os custos de deslocamento, alimentação e/ou hospedagem para a realização do TOEFL ITP serão de responsabilidade do candidato.

Leia também:  Final de semana em Cuiabá tem peças de teatro, filmes e exposições

A inscrição para o TOEFL ITP deverá ser realizada de 24 a 28 de julho e o teste será realizado de 31 de julho a 12 de agosto. O resultado está previsto para ser divulgado em setembro deste ano e o início das atividades acadêmicas nos EUA está previsto para janeiro/fevereiro de 2018.

Benefícios

Os professores selecionados receberão passagem aérea internacional de ida e volta; ajuda de custo, no valor de U$ 500 a serem pagos na chegada aos EUA; reembolso da taxa de solicitação de visto (MRV) no valor de US$160 a serem pagos na chegada aos EUA; seguro saúde; deslocamento, nos EUA, aeroporto/universidade/aeroporto; alojamento no campus universitário; alimentação; taxas escolares; materiais didáticos a serem utilizados nos cursos; e passagem aérea nacional e hospedagem para participação na orientação pré-partida.

Leia também:  Em torno de 112 municípios de MT têm problemas relacionados ao uso de crack

Além disso, as universidades poderão oferecer acesso aos laboratórios e aulas de conversação de acordo com o cronograma do curso e a estrutura de cada universidade. A obtenção do passaporte, em prazo hábil para a participação no programa, é de exclusiva responsabilidade do candidato.

Confira o edital completo.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.