Motoristas em frente a garagem da empresa de onibus cidade de pedra Foto: Arquivo AGORAMT
Motoristas em frente a garagem da empresa de ônibus Cidade de Pedra Foto: Arquivo AGORAMT

Após três tentativas de negociação do reajuste salarial com a empresa Cidade de Pedra e a Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (Setrat), os trabalhadores do transporte coletivo de Rondonópolis podem entrar de greve nas próximas 72h. Essa decisão dos funcionários foi tomada em assembleia geral realizada pelo Sindicato dos Trabalhadores de Empresas dos Transportes Terrestres de Rondonópolis (STTRR).

“O reajuste de salário é a nossa causa, já tivemos várias tentativas de negociação, sem êxito e a categoria decidiu que se não tiver negociação, vai ser greve por tempo indeterminado. Fomos em abril, maio e junho, recorremos a tudo e a empresa disse que só aumenta se a prefeitura ajudar e a prefeitura diz que não vai dar incentivo porque diminuiu os números de passageiro, vai ser greve é nosso direito”, explicou presidente do sindicato, Luiz Gonçalves.

Leia também:  Morre irmã Gema Domênica Fornazier em Rondonópolis

Como está na legislação, a greve tem que ser comunicada a empresa com antecedência de 72 horas, explicou o sindicalista, o que já foi feito como manda a lei. Ainda acrescentou que a população rondonopolitana pode ficar preparada e alerta, que a qualquer momento os ônibus podem parar.

De acordo com Paulo Sérgio, gerente geral do Cidade de Pedra, não é de interesse da empresa a greve dos trabalhadores. “ Ainda estamos conversando com a categoria, não é nosso intuito que essa greve aconteça, estamos recorrendo a todos os órgãos, falamos com o prefeito, para ver o aumento de salário e fazer alguma proposta, acredito que até quarta-feira (05), conseguimos algo. Estamos correndo contra o tempo”, justifica.

Leia também:  Campanha para atualização da caderneta de vacinação começa hoje em Rondonópolis

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.