O prefeito Zé Carlos do Pátio (SD) sofreu uma derrota na sessão da última quarta-feira (2) da Câmara de Vereadores; a bancada de sustentação do executivo não deu o apoio necessário na votação dos vetos impostos pelo próprio gestor e com isso todos os projetos acabaram tendo as restrições derrubadas pelos parlamentares.

A queda dos vetos contou com o apoio principalmente dos vereadores da base do prefeito e com isso foi derrubada a restrição parcial ao projeto do vereador Jailton do Pesque Pague (PSDB) , que dispõe sobre instituir o programa de incentivo ao uso de materiais reciclados provenientes de podas de árvores no município de Rondonópolis e ao projeto do vereador Orestes Miraglia (SD) sobre a isenção de taxas de estacionamentos nos “Shopping Centers” Supermercados, Bancos, Lojas de departamento e similares e do vereador Elton Mazette (PSC), que denomina de Avenida Moacir Martins da Silveira , atual Avenida W-9, no Bairro Sagrada Família.

Leia também:  População carcerária feminina cresce 700% em dezesseis anos no Brasil

A votação em conjunta entre os vereadores da oposição e situação ainda derrubaram o veto, ao Projeto dos vereadores Thiago Silva e Bilu do Depósito de Areia, que autoriza o Poder Executivo a instituir o Programa Patrulha Agrícola no Campo, no âmbito município de Rondonópolis e a proposta que institui o Posto Social de recebimento de depósito de materiais de construção novos e usados para doação às pessoas carentes e entidades beneficentes ou habitacionais , além da proposta que institui o “Programa Bairro Empreendedor” e o projeto que dispõe sobre a proibição de cobrança de taxa de religação de energia elétrica, em caso de corte de fornecimento por falta de pagamento.

Outras medidas que tiveram o veto derrubado foram sobre a afixação de placas de identificação em terrenos baldios existentes e a construção de banheiros populares ou instalação de banheiros químicos, em praças públicas no centro da cidade de Rondonópolis e bairros de acordo com a necessidade baseando-se no fluxo de pedestre , além do Programa de Microcrédito no Município de Rondonópolis,  a inclusão da iluminação de LED em obras, a avaliação periódica dos prédios escolares da rede municipal de ensino, a implementação de procedimentos mais rígidos no que se diz respeito a apuração de acidentes e danos que envolvam veículos do município, devendo ser instaurada sindicância para esclarecer os fatos, o Programa de Coleta Seletiva de Lixo nas escolas públicas municipais e particulares.

Leia também:  A partir de 2018, começará a valer a carteira de motorista eletrônica
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.