Evandro Dionízio da Silva, 40 anos, foi detido nesta terça-feira (8), por ser suspeito de sequestro e cárcere privado, ameaça e uso ilícito de drogas. Ele é acusado de manter uma jovem de 24 anos e o seus dois filhos, um de três anos e outro de seis meses, trancados dentro de uma casa localizada no Jardim Por do Sol, em Rondonópolis.

A Polícia conseguiu chegar até as vítimas após denúncias anônimas de que elas estariam trancadas dentro de casa. Ao chegar no local a polícia constatou que estava tudo trancado e que ao bater palmas ninguém respondia. Os policiais então pularam o muro e perceberam que havia alguém dentro da casa, pediram para que a jovem abrisse a porta, mas ela disse que não tinha a chave.

Leia também:  Sorriso | Bebê de 1 ano e seis meses morre afogada em piscina de vizinho

Neste momento, com a afirmação da vítima, a porta foi arrombada e a jovem contou que já estava trancada no local há mais de 30 dias e que temia pela vida das crianças. A vítima não podia nem sair do lado de fora da casa e era obrigada a lavar as roupas no banheiro.

Ela tinha um celular de modelo antigo onde só podia utlizar para mandar uma mensagem automática que dizia: “Pronta, pode me ligue” para o suspeito e assim ele retornava a ligação. Em uma busca pela casa, a Polícia encontrou uma porção de uma substância análoga a maconha que a vítima afirmou pertencer a Evandro.

Os policiais ainda estavam dentro da residência quando Evandro retornou para casa. Diante dos indícios, as vítimas e o suspeito foram encaminhados e apresentados a 1ª Delegacia de Polícia para as devidas providências.

Leia também:  Bairro Seguro | 160 pessoas são detidas por crimes durante operação em Mato Grosso

A criança de seis meses não tem certidão de nascimento, porque Evandro não deixava que a mãe saísse na rua.

Essas informações constam no Boletim de Ocorrência de nº 2017.263421

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.