A votação de um projeto que autoriza o Poder Executivo à repassar mais de R$ 100 mil ao Sindicato Rural para apoio à realização da Exposul deste ano gerou polêmica, na sessão desta quarta-feira (2) da Câmara de Vereadores.

O vereador Silvio Negri (PC do B) disse que não estava à vontade para votar o projeto e seria contra. Negri entende que há outras prioridades para o Poder Público como saúde e educação.

O vereador Vilmar Pimentel (SD), apesar de ter votado favoravelmente ao projeto, destacou que a Exposul é uma festa privada e concorda que há outras prioridades e que o momento é para fazer investimentos em outros setores.

Por outro lado, o vereador Adonias Fernades (PMDB) lembrou que a Exposul, mesmo recebendo dinheiro público, gera divisas para a cidade. “Basta ver que os hotéis lotam e precisamos mostrar também que a arrecadação do ISSQN do município cresce bastante com a Feira, isso sim que temos que pensar”,  disse o vereador.

Leia também:  Pátio adianta que asfalto do Universitário pode custar mais de R$ 30 milhões

O projeto teve 13 votos favoráveis, uma abstenção e quatro ausências.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.