Os serviços essenciais foram os campeões de reclamações dos consumidores feitas ao Procon de Mato Grosso no mês de julho, com 780 registros, segundo balanço divulgado nesta quinta-feira (3) pelo governo. As principais queixas foram contra as áreas de energia elétrica (322), água e esgoto (197) e telefonia celular (154).

Números não muito diferentes da cidade de Rondonópolis. Os serviços essenciais estão disparados no ranking. Após levantamento feito com a Diretora Executiva do Procon Marildes Ferreira, as principais reclamações foram contra a energia elétrica (341), telefonia celular (259) e Sanear (100). Dados registrado de janeiro à agosto deste ano.

O terceiro setor que mais recebeu reclamações foi o de serviços da OI, com 151 casos. Segundo o Procon, o setor que ficou em quatro lugar em relação a reclamações foi a Caixa Econômica, com 68 reclamações, sendo que os principais foram energia e telefonia celular.

O setor de serviços Via Varejo foi o sexto que mais teve reclamações, com 64 procedimentos.

A Diretora informou que todas as reclamações são feitas presenciais, porque o consumidor requer explicações e prefere.” As reclamações são todas realizadas por nossos atendentes, registradas e lançadas no Sindec, o cliente gosta de vir até nós, entender o que está acontecendo e conversar sobre o assunto”, explica.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.