Imagem: WhatsApp Image 2017 08 04 at 08.05.47
Foto: Divulgação/PMA

Três homens foram conduzidos até a Delegacia de Polícia de São José do Povo nesta quinta-feira (03), por extração de Aroeira da reserva do assentamento 28 de dezembro. A Polícia Ambiental foi até o local e constou a veracidade dos fatos. Um dos suspeitos foi pego em flagrante cortando a madeira, com ajuda de uma motosserra.

Após a revista, foram encontrados dentre de uma sacola, uma arma de fogo artesanal tipo rifle calibre 22, com 77 munições intactas, uma espingarda calibre 36, marca CBC, número 24643, modelo 151, com 7 cartuchos de plástico intactos e um deflagrado, além de 12 cartuchos de metal intactos todos no calibre 36, foi encontrado também duas motosserras da marca Stihl, modelo 660, os quais o suspeito não possui a licença de porte e uso.

Leia também:  Poxoréu | Três são detidos em garimpo clandestino
Imagem: WhatsApp Image 2017 08 04 at 08.05.49
Foto: Divulgação/PMA

No local também foram encontrados 12,592 m³ de madeira serrada, sendo tábua palanque e pranchão, madeira essa que um segundo suspeito ficou como fiel depositário, onde foi confeccionado as devidas infrações administrativas.

Imagem: WhatsApp Image 2017 08 04 at 08.05.49 (1)
Foto: Divulgação/PMA

Segundo as informações da Polícia Ambiental, as motosserras, as armas com as munições, foram entregues na Delegacia de Polícia de São José do Povo, juntamente com os infratores. As madeiras encontradas não eram de vestígio de retirada de madeira Aroeira e sim da espécie Angico, as quais foram extraídas dentro de sua propriedade, onde o mesmo alegou ser para construção de um curral e uma casa.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.