Em votação nesta segunda-feira (2), os vereadores de Itiquira decidiram rejeitar o projeto de lei do Executivo que incluía o aumento do ITBI, imposto sobre a transmissão de bens imóveis, e incluía mais alguns serviços na cobrança do ISS – Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza.

Cinco vereadores já haviam sinalizado pela reprovação, incluindo o presidente da Casa. Nesta segunda mais quatro vereadores se manifestaram contrário ao projeto. Ao final da sessão, oito vereadores votaram pela reprovação, o presidente do Legislativo, Ronivon Mingotti, mesmo sendo contrário ao projeto só poderia votar se houvesse empate.

Na sessão ficou decidido que os vereadores irão propor um novo projeto ao Executivo, que deve versar sobre o (ISS) incidentes sobre os serviços de administração de cartões, leasing e planos de saúde, que de acordo com a Lei Federal, o ISS incidente sobre essas atividades, passarão do estabelecimento do prestador para o domicílio do tomador.

A principal justificativa apontada pelos vereadores, Alvaro Monteiro, João Neto, Josenildo Martins, Marcinho e Ronivon Mingotti pelo voto contrário ao projeto, é o alto encargo tributário que a população já paga atualmente, tanto no que diz respeito aos tributos municipais quanto aos estaduais e federais.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.