O deputado estadual Sebastião Rezende esteve novamente em audiência na superintendência regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), em Cuiabá, para intermediar desta vez junto ao órgão uma reivindicação feita por líderes dos assentamentos Santo Antônio da Fartura, Mata-Mata, Córrego do Ouro e Bigorna.

A solicitação dessas lideranças ao superintendente do DNIT em Mato Grosso, Orlando Fanaia, é que seja feita a construção de um retorno na pista duplicada da BR-364 nas imediações da Escola Técnica São Vicente. Da forma que a obra foi executada agora, os pequenos produtores alegam que precisam andar aproximadamente 4 quilômetros para pegar a rotatória mais próxima, a fim de seguirem para Jaciara ou Rondonópolis, enfim, para a região sudeste do Estado.

Leia também:  Trio é detido em Rondonópolis após manter família em cárcere privado em Pedra Preta

Os assentados solicitaram do DNIT, junto com o deputado, a construção de um retorno na rodovia mais próximo dos referidos assentamentos, para que eles não tenham que andar tanto quando pretendem seguir para as localidades ao sul. Segundo externado pelo parlamentar, são mais de 500 famílias que estão sendo prejudicadas com a falta de um retorno mais próximo de onde estão assentados e que serão beneficiadas caso o novo acesso seja construído.

Ao fim da negociação, Rezende explicou para a reportagem que o DNIT ficou de chamar a empresa responsável pela duplicação da BR-364 neste trecho, no caso a Sanches Tripoloni, para verificar o que pode ser feito para atender ao anseio dos assentados, considerando que as obras na rodovia estão em fase final na região. Nesse contexto, foi repassado a necessidade de se fazer um estudo de viabilidade acerca da alteração, para que, dentro de cerca de 30 dias, seja emitida uma posição aos assentados.

Leia também:  Força Tática prende envolvidos em roubo a casa de filho de deputado

As obras na rodovia fazem parte do projeto de duplicação no trecho entre Jaciara e Serra de São Vicente, contemplando 71,6 quilômetros de extensão. Esse trecho fica no trajeto entre Rondonópolis e Cuiabá.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.