Imagem: 423a3a859c7ed0d8bd053808ac082c0d
Deise Ribeiro de Oliveira – Foto: reprodução

Deise Ribeiro de Oliveira, de 23 anos, foi presa em flagrante pela Polícia Judiciária Civil pelo crime de homicídio qualificado e assassinato do policial militar Moshe Dayan Simão Kaveski, de 28 anos, na noite desta segunda-feira (4), no distrito de União do Norte, em Peixoto de Azevedo (888 km de Rondonópolis).

A suspeita era casada com a vítima e durante depoimento à Polícia, informou que Moshe e ela, foram abordados por uma pessoa baixa, gorda, vestindo roupas escuras.

De acordo com a investigação policial, a suspeita entrou em contradição, depois que apresentou várias versões do que realmente aconteceu. A arma do militar foi encontrada na bolsa de Deise e ela negou ter cometido o crime.

Leia também:  Três são presos e caminhão com carga de algodão é recuperado em Rondonópolis
Imagem: moshe deise2 (1)
Casal |Foto: Reprodução/Redes Sociais

 

Conforme o delegado Israel Pirangi Santos, um dos disparos foi à queima-roupa e teria ocorrido no momento em que a vítima estava agachada. Existem informações de discussão horas antes entre o casal e que teria se encontrado com amigos e ingerido bebida alcoólica.

Deise será alvo de um inquérito por homicídio qualificado. Conforme informações, o policial foi morto com tiros na cabeça e na região do tórax.

Pirangi disse que houve muita divergência nas versões apresentadas por Deise e que não há sinais de luta corporal.

Outro ponto que contribuiu para convicção da autuação foi o fato da mulher costumar portar a arma da vítima em sua bolsa, como no momento do fato. Outro motivo é o fato da vítima estar embriagada e trajando bermuda e não haver notícias de que houve movimentação de motos no local ou latidos de cachorros no dia do crime.

Leia também:  Garoto de 8 anos fica gravemente ferido após ataque de 4 pitbulls

Em relação ao homem que foi conduzido junto com a mulher até a delegacia, não houve elementos para presumir eventual participação dele na morte do militar.

O caso segue sob investigação na delegacia.

LEIA MAIS 

Militar é morto a tiros e esposa é suspeita, após dar duas versões do crime

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.