O ex-presidente, Fernando Henrique Cardoso (PSDB), parece estar iniciando um processo de fritura do nome do governador Geraldo Alckmim (PSDB) com relação a sua pré-candidatura para a presidência da República.

O fato que pode levar a uma interpretação mais acida sobre esta possibilidade está na declaração de FHC a rádio Jovem Pan. Durante a entrevista o tucano disse que uma candidatura do apresentador ao Palácio do Planalto “seria boa para o Brasil”, para “botar em perigo a política tradicional”.

A declaração de FHC aconteceu justamente quando foram apresentados os resultados de mais uma pesquisa Datafolha. Segundo a pesquisa o apresentador global aparece tecnicamente empatado com o governador Geraldo Alckmin em cenários para a disputa.

Para analistas o desempenho de Huck na última pesquisa faz sombra em cima de Alckmin, que tem dificuldades em angariar apoio do eleitorado, isso tudo, mesmo após a recusa de Luciano Huck de entrar na disputa das eleições presidenciais deste ano.

Leia também:  Eu não sou dono do DEM

Nesta terça-feira (06), a coluna Painel, do jornal Folha de São Paulo informou que FHC recebeu em mãos pesquisa qualitativa que trata exclusivamente da viabilidade eleitoral de Luciano Huck à presidência. Segundo a coluna, o estudo faz cruzamentos sobre o perfil do apresentador e os anseios do eleitorado. Aliados do tucano disseram que o resultado mostra que o apresentador tem “potencialmente muita chance”.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.