Olá hoje venho falar com vocês sobre a Cromoterapia, ela pode ser definida como o tratamento que, por intermédio das cores, estabelece o equilíbrio e a harmonia entre corpo, mente e emoções. Se para uns parece papo esotérico, para a Organização Mundial da Saúde (OMS) é coisa séria. Desde 1976, a cromoterapia é reconhecida pela entidade como uma das principais técnicas complementares para tratar doenças tanto emocionais, como mentais e físicas. No Brasil, alguns hospitais já adotam o tratamento para acelerar o processo de recuperação de pacientes.

Imagem: cromoterapiaAs aplicações da técnica são variadas e incluem banhos de luz, uso de lâmpadas coloridas, iluminação da casa e também a escolha de roupas. Segundo Reuben Amber, autor do livro “Cromoterapia – A Cura Através das Cores”, as cores apresentam propriedades físicas e fisiológicas, propriedades físico químicas e propriedades psicológicas. Cada cor tem sua função terapêutica específica e atua em um chakra ou um órgão do corpo humano. Sendo assim, ao serem acionadas, as cores impactam fortemente nessas áreas, restabelecendo ou energizando tudo que está bloqueado ou em desequilíbrio no corpo, como por exemplo as doenças físicas e psicológicas.

Leia também:  TRE já recebeu 401 denúncias pelo aplicativo Pardal nestas eleições

O método é baseado nas sete cores do arco-íris – amarelo, azul, laranja, índigo, verde, violeta ou lilás e vermelho -, além do rosa. Cada cor possui uma vibração energética diferente e, à medida que se propagam em algum ambiente, causam efeitos curativos ou calmantes nesse espaço. Vale lembrar que não é só a visão que absorve a energia de uma cor. Todo o organismo possui capacidade de perceber e receber os efeitos da Cromoterapia.

COMO FUNCIONA?

Imagem: Cromoterapia2Através da energia das cores, a Cromoterapia pode ajudar a trazer algumas qualidades importantes para a vida de uma pessoa. Veja o principal significado das cores:

Vermelho – intensa e estimulante, é indicada para afastar a depressão e o desânimo. É a cor das paixões, conquistas e sexualidade. Cuidado ao aplicá-la no quarto, pois pode tirar o sono, deixando a pessoa agitada.

Leia também:  Selma e Jayme se elegem ao Senado por Mato Grosso

Amarelo – muito viva, age sobre a mente, ajudando a raciocinar e mandar para longe os pensamentos obsessivos. É a cor da inteligência, do estudo e da criatividade;

Laranja – é restauradora e regeneradora, ajudando na recuperação emocional. É a cor da coragem, da reconstrução e da melhora;

Verde – é calmante e traz equilíbrio. O verde tem a capacidade de melhorar qualquer condição física negativa e energiza o corpo e a alma. É a única cor que não possui nenhuma contraindicação;

Azul – traz paciência e serenidade, ajudando a tranquilizar o corpo e a mente. É indicada nos casos de insônia e estresse, pois ajuda a melhorar a qualidade do sono;

Índigo – ajuda a equilibrar as energias e trabalha a intuição, além de contribuir para a limpeza e purificação de ambientes;

Violeta ou lilás – é uma cor muito espiritual e mística, ajudando quem está desequilibrado emocionalmente e descrente. Quando usada em casa, ela limpa e isola os ambientes da má vibração;

Leia também:  IFMT abre 56 vagas para o Ensino Superior e inscrição segue até outubro

Rosa – traz afeto, amor e união. Ajuda particularmente no equilíbrio dos relacionamentos pessoais e profissionais.

APLICANDO NO DIA A DIA

O cromoterapeuta aplica o tratamento de acordo com seu conhecimento sobre as cores e suas funções. Cada cor atrai um tipo de energia fundamental para o funcionamento de nosso organismo. Para trazer as boas vibrações para sua vida, é possível trabalhar com as cores na meditação, fazendo visualização de feixes de luz entrando em seu corpo, ou em ambientes, comidas e roupas.

O ideal é que cada emoção ou parte do corpo seja trabalhada com um tipo específico de cor, de acordo com a necessidade de cada uma – assim, tanto o aspecto emocional quanto a parte física podem sair do desequilíbrio e voltar a funcionar de maneira natural. Vale lembrar que os efeitos da Cromoterapia dependem da intensidade com que as cores são utilizadas.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.