O ministro mato-grossense Gilmar Mendes classificou como “patifarias” as decisões do juiz Sérgio Moro e dos procuradores da Lava Jato.

Gilmar atacou o juiz durante uma sessão no Supremo Tribunal Federal.

”Na verdade, nós transformamos as prisões provisórias do Doutor Moro em prisões definitivas. Então é melhor suprimir a Constituição. Já que tem o Código Penal de Curitiba, que também se crie a Constituição de Curitiba. É isso que nós estamos fazendo. As prisões provisórias e as prisões cautelares ganham caráter de definitividade”.

Gilmar Mendes ainda provocou: “Esse sujeito fala com Deus?”, disse.

Leia também:  Wilson Santos de volta na Assembleia

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.