Imagem: Inscrições no ENEM 2018
Foto: divulgação

As inscrições no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) já ultrapassam 5,2 milhões de acordo com o balanço divulgado hoje. O prazo de inscrição será encerrado às 23h59 desta sexta-feira (18), no horário de Brasília.  Apesar da data, os inscritos terão até o dia 23 de maio para realizar o pagamento da taxa no valor de R$ 82. A dois dias do encerramento, às 16h desta quarta-feira (16), o número de inscrições atingiu a marca de 5 milhões.

As provas do ENEM 2018 serão objetivas e acontecerão em dois domingos consecutivos, nos dias 4 e 11 de novembro. No primeiro dia, os estudantes serão avaliados nas áreas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; Ciências Humanas suas Tecnologias e a Redação, totalizando 5 horas e 30 minutos. Já no segundo dia, as avaliações serão em Ciências da Natureza e suas Tecnologias, além de Matemática e suas Tecnologias. Nesta etapa, o tempo para realização das provas é 5 horas.

Leia também:  Literatura de cordel recebe título de Patrimônio Cultural Brasileiro

Como se inscrever no ENEM

As dúvidas sobre como se inscrever no ENEM não são exclusivas dos estudantes treineiros (aqueles que não são concluintes do ensino médio e nem finalizaram a educação básica) especialmente por conta das mudanças que aconteceram nesta etapa do ENEM 2018, como a antecipação da solicitação de isenção e das inscrições por meio dos sistemas completo e simplificado. A inscrição simplificada é reservada aos estudantes que foram beneficiados com a isenção ENEM 2018, uma vez que já preencheram os dados previamente, no ato da solicitação. A inscrição completa deve ser feita pelos demais participantes. Saiba mais sobre a inscrição completa e a inscrição simplificada.

Para que serve o Enem

A nota do ENEM é adotada como um dos critérios de seleção de estudantes para as vagas do ensino superior em universidades públicas, por meio do Sistema de Seleção Unificada (SISU) e privadas, por meio do Programa Universidade para Todos (ProUni) e Fundo de Financiamento Estudantil (FIES). Além destes, a nota do ENEM também é válida para ingresso em universidades de Portugal desde 2014 e mais de 1,2 mil estudantes já utilizaram a pontuação com esse objetivo.

Leia também:  Avião particular cai em fazenda e deixa feridos

Diante da importância do exame, a preparação é fundamental. Elisabeth do Espírito Santo da Silva, aprovada em Enfermagem na Universidade do Estado da Bahia (Uneb), estudou por um ano em um curso preparatório Pré-Enem e Pré-Vestibular de Salvador com bolsa de estudo. “Achei importante a preparação no curso e os professores contribuíram para que eu tivesse sucesso. Mas considero importante também a iniciativa do estudante. Tem que haver esforço pessoal e não depender apenas do cursinho”, aconselha a estudante.

Em disciplinas como História, Biologia e Literatura, a estudante tinha mais facilidade e, para absorver o conteúdo de Matemática e Química, mais difíceis para ela, foi preciso se dedicar um pouco mais. “Também tive que fazer um esforço pessoal grande. Fiz bastante exercício, prestei mais atenção na explicação do professor e procurei complementar o conteúdo procurando videoaulas e apostilas”, destaca Elizabeth. Apesar de ter ingressado na graduação por meio do vestibular, chegou a fazer o Enem 2017 para medir o seu desempenho.

Leia também:  Criminosos incendeiam veículos em pátio de delegacia

Como se preparar para o Enem

Podem ser adotadas apostilas sobre os assuntos abordados nas provas, videoaulas temáticas, além de cursos preparatórios Pré-Enem ou Pré-Vestibular, uma vez que os conteúdos estão associados. O Educa Mais Brasil é o maior programa de inclusão educacional oferta bolsas de estudo de até 50%. Para os estudantes que querem fazer cursos Pré-Enem e adquirir mais confiança para o exame, as bolsas do Educa Mais estão disponíveis em www.educamaisbrasil.com.br.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.