Imagem: 96dc41ca b8aa 43f6 9011 a0361acd7f14
Lançamento do livro de Lucas Perrone – Foto: Divulgação

O livro “Coisas que vi, vivi e ouvi”, são crônicas, do jornalista rondonopolitano Lucas Perrone, que será lançado no dia 18 de maio, no restaurante Grand Beer, em comemoração aos 20 anos de sua carreia jornalística. O evento contará com a participação especial da banda Marinho & Seus Beat Boys.

A obra terá 150 páginas, com mais de duas dezenas de textos, sobre política local e estadual, futebol, jornalismo e assuntos que o escritor desenvolveu nos anos da militância jornalística, como repórter ávido, por manchetes e furos, como professor, apresentador e anos como responsável pelo famoso “Papo Político”, do jornal A Tribuna.

Imagem: f7d524a2 68dc 4b53 a8fa 709e362a6b24
Capa do Livro – Foto: Divulgação

O escritor Lucas criou sua marca, além de histórias hilariantes, contadas hoje, mas ocorridas em momentos de tensão como a crônica “Fuga do cerco”, onde Paulo Jorge, o repórter da Rádio Clube, acabara de parar a unidade móvel da rádio. Perrone disse que a obra surgiu no momento em que iria completar 20 anos de carreira e decidiu comemorar escrevendo sobre as suas histórias.

Leia também:  Índios voltam a bloquear BR-364

“Eu escrevi coisas dos meus 20 anos de experiência em jornalismo, e até agora não consigo pontuar o caso mais especial do qual tenha marcado a minha vida. Porém, uma vez eu tinha que cobrir uma pauta sobre Sexta-feira da Paixão e me falaram para não entrevistar o padre, porque ele era chato. Quando eu estava na entrevista eu sentei do lado de um senhor e eu disse que não iria poder entrevistar o padre porque ele era chato, o problema é que o homem olhou para mim e disse, eu sou o padre”, pontuou.

A produção do livro está a cargo do escritor Hermélio Silva, que afirma ser um bom livro, e já está na produção final.

Leia também:  Em 2018, a safra deve ter aumento de mais de 370 mil toneladas

Serão 35 crônicas, entre elas:

– Diante do mito – Lamartine da Nóbrega.
– Fuga do cerco – Paulo Jorge encurralado pelo MST.
– João Batista, a Mata Grande e o furo – Jotabêtê divulgou a lista dos presos antes de todos.
– Neymar já esteve frente a frente com o União – O jogador participou de um jogo quando ainda estava no Sub-18 do Santos, pela Copa São Paulo de Juniores contra o União.
– O fotógrafo tem sempre a razão – O dia que o fotógrafo Dnei Matos não fez a foto do União.
– O trote de Diogo – O Boca (José Márcio Primo) colocou Diego para sair do banco do União e virar titular.
– Reginaldo e a ajuda de Jayme – Jayme Campos ajudou Reginaldo Santos no início da carreira política, com um bom conselho.
– Os “kamikazes” de Pátio – Quando os fiéis assessores do deputado Zé Carlos do Pátio ajudaram a fazer um evento em Cuiabá, para desbancar a deputada Verinha.

Leia também:  Alto Paraguai | Menino morre atropelado por ônibus e motorista foge do local

Hermélio Silva informou que ainda estão em busca de patrocínio para a finalização da obra. “Estamos buscando os patrocinadores para finalizar o livro e montar a produção do evento de lançamento. Já captamos 70% e já agendamos o espaço para um jantar italiano, com a presença da banda do avô do Lucas Perrone, que é o Maestro Marinho. Tudo está se encaixando. Esperamos que a mãe do escritor (Lassimi) também dê uma palinha com sua maviosa voz, daí os tios completarão o time”, disse.

Contatos para aquisição do livro, patrocínio ou convites para o lançamento, com Hermélio Silva, fone: 9-9675-7275.

Os livros estarão à venda na Boca Sports, Restaurante do Roberto e na Casa do Rio.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.