Imagem: WhatsApp Image 2018 06 19 at 08.48.08(2)
A escassez do gás de cozinha ainda é sentida em Rondonópolis | Foto: Guilherme Silveira – @ AGORA MATO GROSSO

Após a greve dos caminhoneiros o estoque de gás de cozinha ainda não voltou ao ritmo normal para o consumidor rondonopolitano. De acordo com a maior distribuidora do produto na cidade, o estoque só deve voltar ao ritmo normal no início de julho.

Segundo o gerente Flávio Soares, nesta segunda-feira (18), uma nova remessa com 1.050 botijões chegou na unidade, desse total 400 foram liberados para vendas aos clientes e o restante foi distribuído para pequenos comerciantes de Rondonópolis e região.

“Nossa média de vendas antes da greve, era de 250 unidades do produto por dia. Ontem, (segunda-feira), recebemos uma nova remessa de gás, porém como abastecemos fornecedores de outras cidades da nossa região, essa carga já está praticamente acabada. O fim da escassez só vai acabar no próximo mês”, explicou o gerente.

Imagem: WhatsApp Image 2018 06 19 at 08.48.07
A média de vendas que antes era de 250 produtos diariamente, agora segue de forma escassa | Foto: Guilherme Silveira – @AGORA MATO GROSSO

Em questão das áreas do setor público, Flávio disse que pastas como da Educação e a Saúde, não foram afetadas por conta da empresa fornecer o produto em estoque, independente da demanda.

“Os reflexos só não afetaram a Educação e a Saúde, porque existe uma licitação onde temos que deixar um estoque para esses setores” disse Soares.

Em contato com a coordenadora do Pronto Atendimento (PA) municipal, Nivea Scapini, ela confirmou e explicou que o setor de Saúde não sofreu com a falta do produto por conta de uma licitação que empresa fica responsável pelo fornecimento de forma primordial.  A assessoria de imprensa da Santa Casa de Rondonópolis, também disse que a escassez não afetou as atividades do Hospital.

Em Rondonópolis, a carga do botijão de gás pode ser encontrada pelos valores de R$ 85 a R$ 100.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.