Portugal e Irã empataram de 1 a 1 - Foto/AFP
Portugal e Irã empataram de 1 a 1 – Foto/AFP

O empate de Portugal em 1 a 1 com o Irã, nesta segunda-feira, na Arena Mordovia, ao mesmo tempo que, novamente, expôs limitações do time lusitano, desmistificou a capacidade de Cristiano Ronaldo de, sozinho, vencer os jogos. O melhor do mundo passou em branco e ainda perdeu pênalti. Classificados em segundo lugar no Grupo B, os portugueses pegam o Uruguai, líder do A, nas oitavas de final da Copa do Mundo.

A partida foi marcada pelas intervenções do VAR. O árbitro paraguaio Enrique Caceres por três vezes parou o jogo para consultar o vídeo. Em duas, voltou ao gramado e marcou pênalti, um para cada lado. Na outra, aplicou cartão amarelo em Cristiano Ronaldo.

Portugal dominou o primeiro tempo. Logo aos 2 minutos, assustou com Cristiano Ronaldo. A superioridade acabou premiada aos 44, quando Quaresma, de trivela, acertou o ângulo e marcou um golaço de fora da área. Ir para o intervalo à frente no placar, na teoria, dava aos lusitanos tranquilidade. Mas os iranianos não estavam dispostos a se entregar.

O Irã tentava, na raça, compensar a diferença técnica. Logo aos 4 da etapa final, porém, Cristiano Ronaldo caiu na área. O árbitro consultou o VAR pela primeira vez no dia e marcou pênalti. O camisa 7, no entanto, parou em Beiranvand.

A defesa deu novo fôlego aos iranianos. Embora sobrasse vontade, faltava inspiração. O clima era de tensão entre jogadores e arbitragem. Pressionado, aos 35, o juiz mais uma vez recorreu ao vídeo, após disputa de bola entre Cristiano Ronaldo e o zagueiro Pouraliganji, que reclamou de cotovelada. O atacante recebeu cartão amarelo.

Quando o jogo parecia resolvido e a liderança, garantida, o VAR mais uma vez entrou em ação. Desta vez, já nos acréscimos, o paraguaio assinalou pênalti para o Irã, que empatou, aos 47, na cobrança do atacante Ansarifard. Depois do apito final, os iranianos caíram no chão a lamentar pela chance de classificação perdida, enquanto os portugueses comemoraram a vaga nas oitavas de final.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.