Foto:Messias Filho/AGORA MATO GROSSO
As aves foram recuperadas após uma denúncia | Foto: Messias Filho/AGORA MATO GROSSO

Uma denúncia que um morador estivesse mantendo pássaros silvestres em cativeiro em um assentamento na MT-471 em Rondonópolis, foi feita a Polícia Ambiental nesta segunda-feira (9).

De acordo com os dados que constam no Boletim de Ocorrência (BO) de número: 2018.215497, a guarnição da Polícia Ambiental em trabalho conjunto com a Secretária de Meio Ambiente (Sema), receberam se deslocaram a até a chácara próxima da rodovia MT 471.

Durante vistoria no local foi realizado a apreensão de uma arma de fogo calibre 22, quatro gaiolas, um alçapão, sete aves silvestres da espécie canário da terra e uma ave silvestre da espécie papagaio.

Foto:Messias Filho/AGORA MATO GROSSO
A arma de fogo foi apreendida e entregue na 1ª DP | Foto: Messias Filho/AGORA MATO GROSSO

O proprietário de 50 anos, ao ser indagado sobre a origem do armamento, informou que não possui porte de arma e nenhum documento da mesma.

Diante dos fatos o suspeito foi detido e encaminhado até a Delegacia de Polícia onde foi entregue sem lesão corporais juntamente com a arma de fogo.

As aves silvestres foram deixadas na 2ª Companhia Ambiental e devem ser encaminhadas até o Batalhão da Polícia Ambiental em Várzea Grande.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.