Imagem: sangue05 3
O exame de colesterol e frações é um dos mais pedidos dentro da cardiologia | Ilustração: GI/Getty Images16

Como o próprio nome sugere, o exame de colesterol total e frações mede a quantidade dessa molécula e de seus subtipos na circulação. As porções mais famosas são o HDL, também chamado de colesterol bom, e o LDL, o ruim. Muitas vezes, o mesmo teste de sangue vai avaliar também a concentração de triglicérides, um tipo de gordura, no organismo.

Para que serve o exame

Principalmente para, em conjunto com outros fatores, calcular o risco de entupimentos nas artérias e doenças cardiovasculares em decorrência do colesterol. Se os níveis de LDL no sangue estão em alta, os médicos podem sugerir mudanças no estilo de vida e até mesmo medicações.

Como é feito

É um procedimento parecido com o do hemograma. O profissional retira sangue com uma pequena agulha de uma veia, geralmente no braço do paciente. Depois, o material é avaliado no laboratório e os resultados são divididos em medidas como:
• Colesterol total
• HDL
• LDL
• VLDL

Leia também:  O caminho do café no seu organismo

Os resultados

Recentemente, a Sociedade Brasileira de Cardiologia estreitou um pouco os limites considerados saudáveis. Os valores ideais agora dependem de cada um, de acordo com seu risco individual de desenvolver um infarto ou AVC, que deve ser estabelecido por um cardiologista.

Ou seja, pessoas que, por outros motivos (diabetes, hipertensão…), têm uma probabilidade maior de sofrer um infarto precisam alcançar níveis mais baixos de colesterol. Confira:

Colesterol total
Abaixo de 190 mg/dl

LDL
Pessoas com risco muito alto: abaixo de 50 mg/dl
Pessoas com risco alto: abaixo de 70 mg/dl
Pessoas com risco intermediário: abaixo de 100 mg/dl
Pessoas com risco baixo: abaixo de 130 mg/dl

Leia também:  Resumo de novelas desta segunda-feira (18)

HDL
Desejável que esteja acima de 40mg/dl

Triglicérides
Abaixo de 150mg/dl em jejum

Periodicidade

Embora o exame possa ser solicitado nos mais jovens com fatores de risco e histórico familiar de colesterol alto, o mais comum é que entre na leva de checkups anuais a partir dos 30 anos. No entanto, a frequência varia de acordo com os resultados encontrados e outras eventuais doenças presentes.

Cuidados e contraindicações

Hoje em dia, não é mais obrigatório fazer o jejum de 12 horas antes de medir o colesterol. O tempo de barriga vazia fica a critério do médico e do laboratório – só é importante que esse período seja informado ao profissional.

O consumo de álcool até 72 horas antes pode interferir nos resultados, assim como a prática de atividades físicas intensas no dia anterior e o uso de alguns medicamentos. Não deixe de seguir as orientações passadas antes do exame.

Leia também:  Resumo de novelas desta terça-feira (26)

Fontes: João Vicente da Silveira, cardiologista do Hospital Sírio-Libanês (SP); e Diretriz Brasileira de Dislipidemias e Prevenção da Aterosclerose, das Sociedade Brasileira de Cardiologia, Sociedade Brasileira de Diabetes e Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (2017)

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.