Imagem: montagem gasolina
Preços de dois postos – Foto: Ana Clara de Souza / AGORA MATO GROSSO

O preço da gasolina continua aumentando, já é o 4° aumento consecutivo segundo a Petrobras, que anunciou o crescimento de 1,28% no preço médio do litro da gasolina nas refinarias.

O valor da gasolina vendida nos postos do país subiu nos 25 estados e no Distrito Federal, segundo dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O economista Pedro Queiroz, comenta que por conta do momento conflituoso na política brasileira o valor tende a oscilar, neste caso sofrer um aumento. “45% do valor pago pela gasolina é tributação, ou seja, impostos, que variam muito de acordo com o cenário político brasileiro,” explana o economista.

A cidade mato-grossense de Alto Araguaia tem um dos valores mais altos do estado quando se refere à gasolina. Em dois postos da cidade o preço varia de R$ 5,19 a R$ 5,33.

Leia também:  Casal de idoso é roubado no São Sebastião 2

A oscilação no valor do combustível fez com que o agrônomo Cayro Marques, 24 anos procurasse uma alternativa mais barata para se locomover, já que ele mora na cidade de Alto Araguaia que é ‘colada’ com Santa Rita do Araguaia (GO). “É muito frustrante ter que trabalhar, basicamente, para abastecer um carro, tive que mudar a rotina e pilotar a moto, pois acaba sendo mais barato”, afirma o motorista.

Na média nacional, os preços avançaram 2,28% subindo de R$ 4,52 para R$ 4,62 no valor. O preço médio da gasolina subiu quase 7% nos postos do país segundo a ANP apenas no primeiro semestre desse ano.

Imagem: abastecer com gasolina
Frentista abastecendo em Posto de Alto Araguaia – Foto: Ana Clara de Souza / AGORA MATO GROSSO

Para o frentista de um dos postos, Carlos Henrique Ferreira Souza, 27 anos, que atua na profissão há 8 meses revela que, mesmo com o aumento da gasolina os motoristas precisam abastecer e não houve uma diminuição no abastecimento. “O fluxo deu uma paradinha as vezes para abastecer né, mas pode-se dizer que ainda temos uns 80% de trabalho no abastecimento,” pontua o frentista.

Leia também:  Carro com mulher e bebê pega fogo em Cuiabá

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.