O Ministério Público do Trabalho (MPT) e a Vara de Trabalho de Juína já destinaram R$ 384 mil a projetos sociais e instituições da cidade. Um montante de R$ 1,9 mi ainda será revertido às Secretarias de Saúde e de Educação e Cultura do Município, para aquisição de ambulâncias, ônibus escolares e equipamentos diversos.

Os valores são provenientes de condenações por danos morais coletivos e da aplicação de multas a empresas acionadas pelo MPT na Justiça do Trabalho pelo descumprimento da legislação trabalhista. O objetivo é recompor os prejuízos causados à sociedade, beneficiando diretamente a comunidade atingida pela lesão.

Entre as entidades que receberam os recursos ou tiveram seus projetos aprovados pelo MPT e pela Vara do Trabalho está a Polícia Judiciária Civil de Juína, para construção de garagem e reforma do telhado da Delegacia Regional e para aquisição de equipamentos para a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e para o Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC). A Delegacia Regional de Castanheira, distante 45 km de Juína, também recebeu equipamentos para o CISC.

Leia também:  Nelson barbudo é eleito deputado federal em Mato Grosso

A Polícia Militar foi beneficiada com a reforma e reestruturação do 8º Comando Regional, que atende, além de Juína, as cidades de Castanheira, Juara, Porto dos Gaúchos, Tabaporã, Nova Fronteira, Novo Horizonte do Norte, Aripuanã, Cotriguaçu, Juruena, Colniza e Nova União, além dos distritos de Americana do Norte, Paranorte, Conselvan e Guariba.

Nos meses de julho e agosto, a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros de Juína receberam drones para auxiliar nos trabalhos de operação e monitoramento na região. Os equipamentos estão sendo empregados também em ações de prevenção e combate a incêndios.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.