Contrariando boa parte dos discursos adversários de que o senador Wellington Fagundes (PR), não tem boa votação para cargos executivos em Rondonópolis, a pesquisa do Instituto Mark registrada na justiça eleitoral sob protocolo MT-00959/2018, mostra que o republicano é disparado a opção do rondonopolitano e mais, no caso de um segundo turno, Taques e Mendes perderiam o voto de 38,6% do eleitorado do município, já que estes votariam branco ou nulo.

A pesquisa revelou que o senador aparece com 56,6% na cidade. Em segundo lugar está Mauro Mendes (DEM), que totaliza 14,5% da preferência do eleitorado. O terceiro colocado é Pedro Taques (PSDB), que tenta a reeleição, e alcançou 8,8% do eleitorado.

Leia também:  Profissionais do Corpo de Bombeiros e Polícia Militar vão presentear crianças

O levantamento feito pelo instituto Mark, ainda que no município, Arthur Nogueira, que é candidato da Rede, tem 1,2% das intenções de voto e Moisés Franz (Psol) 0,3%. Os entrevistados que não souberam ou preferiram não opinar são 8,3% e os que pretendem anular ou votar em branco são 10,3%.  Este quadro foi levantado na categoria estimulada, em que o nome dos candidatos é apresentado ao eleitor.

Já pesquisa espontânea, onde o entrevistado não é informado quem são os candidatos, o número de eleitores que não sabem ou preferiram não responder sobe para 60,4%. Wellington Fagundes mantém a liderança, com 18,9%. Em segundo, Mauro Mendes chega a 6,9% e Pedro Taques totaliza 4,2%. Arthur Nogueira pontua com 0,3% e Moises Franz não chega a ser citado. Brancos ou nulos são 9,3%.

Leia também:  PM recupera veículo que foi furtado em estacionamento de supermercado no Centro

Rondonópolis é o terceiro maior colégio eleitoral de Mato Grosso. E o levantamento foi feito com uma amostragem de 318 eleitores, com metodologia quantitativa e survey de opinião. A margem de erro é de 3%. As pesquisas foram realizadas entre 15 a 17 de setembro. Os resultados das tabelas foram arredondados pelo programa para totalizarem 100%.

 NO SEGUNDO TURNO

Mauro Mendes e Pedro Taques não estão sendo bem aceitos pelo eleitor rondonopolitano segundo a pesquisa Mark

A pesquisa Mark ainda pesquisou sobre possíveis disputas em segundo turno. Em um cenário entre Wellington Fagundes e Pedro Taques, o senador republicano venceria o chefe do executivo com 60,4% contra 9,4%. Brancos e nulos são 19,2% e os que não souberam ou preferiram não opinar são 10,9%.

Já no confronto contra Mauro Mendes, Wellington Fagundes atinge 58,7% das intenções de voto contra 15,3% do ex-prefeito de Cuiabá. Brancos e nulos são 18,6% e os que não souberam ou não opinaram são 7,4%.

Leia também:  Engenheiro é novo diretor técnico da Coder

Na possibilidade apresentada de um confronto entre Mauro Mendes e Pedro Taques, o candidato empresário venceria em Rondonópolis com 18,6%. O governador tucano receberia 10,9% dos votos. Já 38,6% dos eleitores anulariam ou votariam em branco. Os que não souberam ou não opinaram são 31,9%.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.