Imagem: Zaeli em conversa
Foto: assessoria

Uma juventude crítica e, principalmente, interessada nos assuntos políticos e sociais. Envolvidos com os contextos e participativos, os jovens têm se mostrado grandes questionadores. Exemplo disso é a participação de mais de cinquenta pessoas em uma roda de conversa organizada pelo candidato a deputado estadual Rodrigo da Zaeli, na praça “Martinha Carvalho”, junto à Avenida Goiânia, no domingo (16).

As perguntas feitas pelos jovens envolveram assuntos como saúde, educação, esporte e os projetos que, caso eleito, o candidato implementará para a juventude. Todas elas foram respondidas por Zaeli que foi mais além, falou sobre a valorização da família e a aposta na juventude como meio de mudança.

“Acredito na juventude, eles estão críticos e se envolvendo mais em diferentes discussões para melhorarmos o País. Tenho convicção que eles serão a diferença nestas eleições e é preciso, cada vez mais, criar projetos para os jovens, pois jovens bem formados são reflexo de um Brasil melhor”, disse Zaeli.

Leia também:  Delegado e investigadores são presos acusados de tortura em Colniza

Zaeli explicou aos jovens que a função do deputado é semelhante a de vereador, com uma importante diferença. “Podemos destinar emendas para ações específicas, como a cobertura de uma quadra de esporte em uma escola, pavimentação asfáltica, entre outros. Além de legislar e fiscalizar o que é feito pelo Estado”.

PROJETOS

Uma das lutas, segundo Zaeli, será pela construção do prédio da Unemat em Rondonópolis. Hoje a universidade funciona no Instituto Federal de Mato Grosso – IFMT e oferece três cursos. “A iniciativa proporcionará o atendimento de uma demanda pertinente a 18 municípios da região, que corresponde a aproximadamente 500 mil habitantes e, destes, um percentual significativo de jovens. Temos que ampliar isso e a única forma é com a construção de um prédio próprio, transformando Rondonópolis em um polo educacional”.

Leia também:  Rondonópolis entra em estado de alerta com a baixa umidade do ar

Também vai lutar para implementar cursos técnicos profissionalizantes nas escolas de Ensino Médio para que todo jovem conclua o 2º grau em condições de ingressar no mercado de trabalho. “É uma forma de proporcionarmos qualificação aos jovens, darmos condições para que possam ganhar seu dinheiro e ajudar seus pais, além de motiva-los a continuar crescendo e buscando conhecimento. Também vou Lutar pela valorização e qualificação dos professores e servidores. Cobrar maiores investimentos na Educação Básica, com aquisição de material pedagógico adequado para os alunos das escolas infantis, bem como a melhoria na infraestrutura dos prédios”, concluiu.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.