Imagem: advogada na delegacia
Advogada chegando na delegacia – Foto: Você Repórter

A advogada Flaviane Ramalho registrou um Boletim de Ocorrência denunciando por agressão o advogado João Alcir. O caso aconteceu nesta quarta-feira (17), dentro do Fórum de Comodoro – MT e seria o resultado de um desavença que ocorreu ao ser cumprido um mandado de reintegração de posse.

O advogado atacou a vítima no momento em que era gravada, pelo celular, a conversa do advogado com outras pessoas dentro do Fórum. Segundo Flaviane a confusão teve início devido a um processo de reintegração de posse, já transitado em julgado, referente à delimitação de território de uma fazenda, demarcada incorretamente. A vítima é advogada da parte que exige a reintegração da posse, já Alcir representa os donos da fazenda supostamente demarcada errada.

Leia também:  Em operação conjunta, adolescente é apreendido com 12 kg de maconha na BR-364

O desentendimento começou na fazenda, porque o advogado estava inconformado com a decisão e ali mesmo teria começado a xingar a colega de profissão de “vagabunda” e “cachorra” e ainda teria feito ameaças.

Depois disso, todos foram para o Fórum da cidade, onde a agressão física contra a advogada ocorreu. No corredor, a briga verbal teria durado entre 10 e 15 minutos.

Imagem: Flaviane Advogada
Braço da advogada – Foto: Você Repórter

“Ele veio bater na minha cara e tirar o celular da minha mão. Aí veio o ‘Vitu’, um perito assistente e entrou na minha frente, levando o soco em meu lugar. No meio da confusão, com tanta gente, ele acabou machucando meu braço, acho que com a unha. Eu não olhei ainda, mas podem ter hematomas pelo meu corpo”, contou ela ao Folhamax.

Leia também:  Com descaso da Gerir, vereadores buscam solução para Hospital Regional e pedem responsabilização

O advogado foi preso em flagrante pela Polícia Militar e deve ser transferido para a Polícia Civil. Advogada há 13 anos, Flaviane, disse que irá acionar a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso) para as providências cabíveis.

 

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.