Boletim da votação em Xangai, na China - Foto/Divulgação
Boletim da votação em Xangai, na China – Foto/Divulgação

O resultado da votação dos brasileiros residentes em Xangai, na China, apontou vitória do candidato do PSL, Jair Bolsonaro, com 103 votos, o equivalente a 58,8% dos votos válidos. Isso significa que, para esse conjunto de eleitores, o ex-capitão do Exército venceria a eleição em primeiro turno.

O segundo lugar ficou bastante distante de Bolsonaro. João Amoêdo, do Novo, conquistou 17 votos e foi seguido de Ciro Gomes, do PDT, com 16 votos. Geraldo Alckmin (PSDB) teve 13 votos. Fernando Haddad (PT) e Alvaro Dias (Podemos) tiveram sete votos cada. A candidata Marina Silva (Rede), conquistou cinco votos, Cabo Daciolo (Patriota), três, e José Maria Eymael (DC), dois votos. Os candidatos Guilherme Boulos (PSOL) e Henrique Meirelles (MDB) tiveram um voto cada.

Leia também:  Embarcação naufraga e deixa mais de 100 mortos na Tanzânia

O código de verificação do boletim da seção eleitoral de Xangai é 01586544. Nesta seção, 195 brasileiros votaram, mas 175 foram considerados válidos. O total de eleitores nesta seção, porém, era de 626, dos quais 431 faltaram. A urna foi aberta às 8h (21h de sábado, em Brasília) e fechada às 17h (6h de hoje, em Brasília)

De acordo com o manual Boletim de Urna, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o resultado pode ser emitido ao final da votação e fixado no local. “Encerrada a votação, a urna apura os votos e emite relatório com o resultado oficial da seção eleitoral”, diz o guia. “Esse relatório é documento público, cuja cópia é afixada no local de votação para que qualquer cidadão possa conferir. Além disso, cópias do boletim são garantidas aos fiscais partidários, podendo, ainda, ser entregues aos interessados presentes no momento do fechamento da urna.”

Leia também:  Rainha da Bélgica sofre derrame cerebral nesta quarta-feira

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.