Imagem: Asfalto Alfredo de Castro
Asfalto sendo construído no bairro Alfredo de Castro – Foto: Assessoria

O Residencial Alfredo de Castro foi criado há apenas sete e abriga hoje cerca de 1.600 famílias. As famílias ainda não pagam IPTU, mas a partir do próximo ano a cobrança deve começar a ser realizada.

Um fato que chama atenção de moradores de outros bairros no município é a falta de infraestrutura em regiões que já, já foram fundadas há muito mais tempo, como é o caso dos moradores do Sagrada Família que têm lutado em busca de infraestrutura do bairro.

Hoje, o Alfredo de Castro conta com um Posto de Saúde e a pavimentação asfáltica do bairro já está em andamento, com previsão de conclusão para dezembro.

A regularização fundiária também já está em andamento. A Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo informou que todas as famílias foram cadastradas e que o pedido dos registros do residencial e das matriculas individuais já estão no Cartório e a entrega das titulações devem ocorrem em até quatro meses.

Leia também:  Make para arrasar no Halloween | Make Now
- Foto: Varlei Cordova / AGORA MATO GROSSO
Bairro Sagrada Família – Foto: Varlei Cordova / AGORA MATO GROSSO

Enquanto isso, segundo um grupo formado por moradores do Sagrada Família, o bairro com 43 anos não conta com o mínimo de infraestrutura. Somente a W14, que é a principal rua de acesso ao Parque São Jorge, é asfaltada. “Pedimos o mínimo em infraestrutura. Não temos asfalto, segurança e nem iluminação pública. Essa semana ficamos sem água por três dias. Os moradores se arrependem de ter comprado casa na região por conta do descaso” afirmou a moradora Janaina Macedo Guimarães.

O Prefeito Zé Carlos do Pátio (SD), visitou em agosto a obra asfáltica no Alfredo de Castro

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.