Imagem: analise de texto
Foto: reprodução

A palavra análise tem tido muitos sentidos na atualidade. Há pessoas que chamam análise de observar. Há outras que chamam, simplesmente, de refletir. No entanto, o conceito de análise vai um pouco mais além do que uma mera observação ou reflexão.

Analisar é a ação de dividir para entender. Essa divisão pode ser de qualquer coisa, desde uma obra literária até mesmo de um ser humano. Ao realizar a ação de analisar, executamos um estudo detalhado das partes, compreendendo as relações entre os fragmentos estudados. Em seguida, efetuamos a síntese de nosso estudo, pensando acerca das relações das partes com o todo.

Quando pensamos em análise textual, devemos conhecer os elementos importantes na composição textual, no intuito de formular uma análise impessoal. Para isso, é importante diferenciar assunto de tema.

Assunto diz respeito a ideia geral que permeia todo o texto. Nesse âmbito, o assunto se refere mais a uma referência genérica. Por exemplo, “o assunto do texto é amizade.” O assunto também pode ser um fato narrado. O importante é que pensemos no assunto como aquela ideia presente no texto direta ou indiretamente.

Leia também:  "Só agora?", Selma Arruda não esconde irritação com questionamentos a estratégia política dela

Já o tema é um direcionamento do assunto. É como se colocássemos o assunto dentro de uma situação específica. Retomando o exemplo fornecido no parágrafo anterior, temos um texto sobre amizade, correto? Porém, ao analisar o material, percebemos que se trata de um texto sobre a amizade entre um senhor idoso e seu fiel cão. Perceba que agora temos um assunto dentro de uma situação, no caso o assunto amizade especificado nas pessoas do senhor e seu animal de estimação.

Dentro do texto temos vários conteúdos que vão surgindo conforme vamos avançando em nossa leitura. Podemos pensar, por exemplo, que em um texto sobre amizade podem aparecer conteúdos como: lealdade, companheirismo, compreensão, mágoas, dentre outros. Estes conteúdos que vão surgindo ao longo de nossa leitura chamam-se subtemas.

Algumas vezes os subtemas nos confundem fazendo-nos presumir que são assuntos. Para efetuar uma análise de qualidade, identificamos o maior número possível de subtemas no texto que selecionamos. Em seguida, devemos pensar qual ideia se repete em todos os subtemas, mesmo que ela não seja abordada diretamente. Dessa forma, descobrimos o assunto. Adiante, voltamos ao texto para verificar de que forma, especificamente, este assunto está sendo abordado. Ao fazer isso, encontramos o tema do texto.

Leia também:  Novos Talentos | “Tenho sonho de ser uma cantora gospel”

Após descobrir o assunto, o tema e os subtemas é importante nos debruçamos sobre a mensagem que o texto pretende transmitir. Pense em mensagem como a finalidade do texto. Para que e para quem ele foi criado? Quando identificamos, o assunto, o tema e os subtemas fica muito mais fácil encontrar a mensagem.

Depois de descobrir a mensagem é importante explicá-la, a fim de compreender a dinâmica do texto selecionado. A explicação é um veículo que se desdobra em outros três processos: esclarecimento, definição e lógica do tema.

Esclarecimento é aproximar a mensagem do seu leitor ou ouvinte, fazendo com que ele entenda de fato o que foi transmitido. Definição diz respeito a estabelecer limites, fronteiras. Como se eu incluísse o que é mencionado na mensagem em uma categoria ou classificação. Isso faz com que a pessoa que esteja lendo ou ouvindo entenda por associação. Quanto à lógica do tema, refere-se à coerência interna da mensagem, mostrando como o texto organizou as ideias que apresenta.

Leia também:  Cuiabá | Viatura da PM é atingida com 14 tiros em confronto

Por último temos a relação. Entenda relação como o ato de verificar as ligações que existem entre elementos diferentes. O que este texto tem a ver com a nossa vida, a sociedade e contexto atual? Neste ponto, a análise textual se desdobra em inúmeros caminhos que apontam para direções diversas.

Toda vez que efetuamos uma relação, no fim de uma análise de texto, conectamos o pensar de autor do texto com a existência. Ao fazer isso o texto renasce, ganha vida e significado para uma outra geração. Sem a relação os textos correm o risco de perder a sua importância e assim cair no esquecimento ou pode acontecer algo pior. Sofrerem análises mal intencionadas ou mal feitas que alterem a finalidade original para a qual foram criados. Será que não estamos vendo isso hoje?

Quer saber mais sobre análise textual? Acesse: https://www.youtube.com/c/CaminhosdaLinguagem

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.