O horário de verão que estava previsto para iniciar no domingo (04/11) foi adiado para o dia 18 de novembro depois de uma decisão do Governo Federal. O Presidente Michel Temer atendeu a um pedido do Ministério da Educação (MEC) para não prejudicar os estudantes que farão o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em novembro. O horário de verão estava previsto para começar justamente na data da 1ª prova do Enem.

A data final para o horário de verão foi mantida para o 3° domingo de fevereiro de 2019. As provas do Enem estão marcadas para os dias 4 e 11 de novembro em todo o país.

Conforme o ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva, com a mudança os candidatos terão mais tranquilidade para fazer as provas e caso o horário de verão iniciasse no primeiro dia de provas do Enem, como estava previsto, muito provavelmente acarretaria prejuízos aos participantes.

Leia também:  Livona ajuda Judite a procurar um homem para tentar engravidar

Os relógios deverão ser atrasados em uma hora na madrugada de sábado (16/11), a partir da meia-noite.

Em geral, o horário de verão começa em outubro. Mas, para não coincidir com a data das eleições, o Presidente Michel Temer assinou um decreto no fim de 2017 que adiou o período para novembro. O 1° turno está marcado para o dia 7 de outubro e o 2° turno para o dia 28.

Atualmente, adotam o horário de verão os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.