O horário de verão que estava previsto para iniciar no domingo (04/11) foi adiado para o dia 18 de novembro depois de uma decisão do Governo Federal. O Presidente Michel Temer atendeu a um pedido do Ministério da Educação (MEC) para não prejudicar os estudantes que farão o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em novembro. O horário de verão estava previsto para começar justamente na data da 1ª prova do Enem.

A data final para o horário de verão foi mantida para o 3° domingo de fevereiro de 2019. As provas do Enem estão marcadas para os dias 4 e 11 de novembro em todo o país.

Conforme o ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva, com a mudança os candidatos terão mais tranquilidade para fazer as provas e caso o horário de verão iniciasse no primeiro dia de provas do Enem, como estava previsto, muito provavelmente acarretaria prejuízos aos participantes.

Os relógios deverão ser atrasados em uma hora na madrugada de sábado (16/11), a partir da meia-noite.

Em geral, o horário de verão começa em outubro. Mas, para não coincidir com a data das eleições, o Presidente Michel Temer assinou um decreto no fim de 2017 que adiou o período para novembro. O 1° turno está marcado para o dia 7 de outubro e o 2° turno para o dia 28.

Atualmente, adotam o horário de verão os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.