As operações de enfrentamento realizadas pelo Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) já resultaram na apreensão de quase quatro toneladas de entorpecente na região de fronteira que liga Mato Grosso a Bolívia somente neste ano. Em 2017, as apreensões de todo o ano chegaram a pouco mais de 3 toneladas.

Do início do ano até outubro 274 pessoas foram presas, sendo 259 brasileiros e 15 bolivianos. Quatro aeronaves usadas para o tráfico de drogas foram apreendidas e 182 veículos que haviam sido roubados foram recuperados. A unidade atendeu 237 ocorrências e cumpriu 37 mandados de prisão.

O grupo tirou de circulação das ruas 32 armas, 392 munições de diversos calibres, além da apreensão de 2.639 quilos de materiais contrabandeados, R$ 283.641 e $3.395 de origem do tráfico.

Leia também:  Veja que receita boa para esta terça-feira, sopa eslava

Segundo o comandante do grupamento, tenente-coronel José Nildo Silva de Oliveira, os resultados são reflexo do trabalho integrado entre as forças de segurança. “Este desempenho é fruto da união de esforços e da integração entre as forças de segurança, como Polícia Civil, Polícia Militar, Exército Brasileiro e Polícia Federal. Essa parceria das demais forças com o núcleo de inteligência do Gefron somado ao patrulhamento e empenho diário da unidade têm resultado nesses grandes índices”, disse.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.