Machado usado no duplo homicídio - Pedro Melo/TV Vanguarda
Machado usado no duplo homicídio – Pedro Melo/TV Vanguarda

Um paciente de uma clínica de reabilitação para dependentes químicos atacou e matou a machadadas um funcionário e um interno da instituição, nessa quarta-feira, 10, em São Sebastião, litoral norte do estado de São Paulo. O ataque aconteceu na Casa de Apoio para dependentes e alcoólatras, localizada no bairro Alto Jaraguá, na divisa entre São Sebastião e Caraguatatuba.

O homem de 27 anos, que não teve a identidade divulgada, fugiu para uma área de mata, mas foi preso. A Polícia Civil acredita que os crimes foram cometidos durante um surto psicótico.

Conforme o relato de testemunhas, o paciente muniu-se de um machado e atacou primeiro o funcionário da clínica, A.S., de 49 anos, morador de Guarulhos. Ele morreu no local. Em seguida, o homem investiu contra o paciente F.P.S., de 69 anos, natural de Topázio (MG), que também estava em tratamento no local.

Leia também:  Passageiro é preso com mais de 100 Kg de maconha dentro de ônibus

A vítima chegou a ser levada ao Pronto-Socorro Central por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu à gravidade dos ferimentos.

Após os ataques, o homem fugiu para a mata, levando o machado, mas foi cercado pela Polícia Militar e se entregou. Ele foi autuado em flagrante pelo duplo homicídio e ficou detido no 1° Distrito Policial de São Sebastião. Conforme a Polícia Civil, nesta quinta-feira, 11, o acusado será transferido para um Centro de Detenção Provisória (CDP) da região.

Os corpos das vítimas foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) e liberados para as famílias ainda na manhã desta quinta. A clínica não falou nada sobre o caso.

Leia também:  Delegados e agentes da Polícia Civil são presos por sequestro de traficante

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.