Imagem: Maria Cláudia de Carvalho e Maycon Antônio de Carvalho Santos
Maria Cláudia de Carvalho e Maycon Antônio de Carvalho Santos- Foto: Divulgação/PM

Maycon Antônio de Carvalho Santos e a mãe dele, Maria Cláudia de Carvalho, foram presos no início da manhã desta terça-feira (06), no Parque São Jorge, acusados de participarem de uma associação criminosa que aplicava golpes através de um site de compra e venda nacional. Mais sete pessoas envolvidas, que atuavam em Sergipe, também foram presas.

Quase R$10 mil foram encontrados com Maycon no momento da prisão.

Imagem: dinheiro apreendido
Dinheiro apreendido com Maycon – Foto: Divulgação

A investigação começou com a delegada que atua em Sergipe, Lauana Guedes, que realizou um levantamento durante seis meses descobrindo a ação e as ramificações em outros estados. Lá foi constatado que os suspeitos plagiavam anúncios de veículos e faziam a negociação. De um lado eles fingiam ser vendedores e da outro compradores, no final passavam a conta para depósito e davam o golpe.

Em Rondonópolis, a Polícia Civil de Sergipe teve auxílio da Diretoria da Agência Central de Inteligência da PM-MT, que esteve com o Dipol desde o início da operação, além da Agência Regional de Inteligência do 4º Comando Regional da PM-MT e da Delegacia de Roubos e Furtos.

De acordo com a delegada, “Não ficou claro se havia uma divisão efetiva de tarefas, o que havia era uma liderança, que era Maycon, responsável por conseguir as primeiras informações para plagiar o anúncio, ele fazia isso de Rondonópolis mesmo junto com a mãe. Nesse grupo todos os envolvidos são parentes ou amigos. Por exemplo, Jessé é irmão de Maycon e Cristiano é primo deles. Quando o golpe era aplicado, eles dividiam o dinheiro ao final”.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.