O Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio do Projeto Água para o Futuro, participa, nos dias 26 e 27 de novembro, em Brasília, “do 5º Seminário Internacional Água, Floresta, Vida e Direitos Humanos”. O evento, promovido pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), pela Procuradoria-Geral da República(PGR) e pela Escola Superior do Ministério Público (ESMPU), tem o objetivo de discutir os avanços e desafios da proteção ambiental no Brasil e no mundo à luz dos direitos humanos. O evento tem como público-alvo membros do Ministério Público que atuam na área.

A abertura do seminário será feita pela presidente do CNMP e procuradora-geral da República, Raquel Dodge. A programação ocorrerá das 9h às 18 horas, nos dois dias, e incluirá quatro painéis.

Entre os temas que serão discutidos estão a visão da imprensa na evolução da proteção ambiental nos 30 anos da Constituição Cidadã; a jurisprudência socioambiental nos 30 anos da Constituição; o papel das escolas de capacitação em direito ambiental: perícia ambiental, negociação em causas complexas e situação de defensores socioambientais; água para o futuro: nascentes e fauna; a proteção das florestas nas perspectivas científica, ética e jurídica; e os avanços e desafios na proteção das florestas no direito comparado.

O Ministério Público de Mato Grosso participará do painel 4: Água para o Futuro – Nascentes e Fauna. Este painel, que será presidido pelo conselheiro do CNJ, Lauro Machado Nogueira, terá a participação do coordenador do projeto Água para o Futuro, o promotor de Justiça do Estado, Gerson Barbosa, da professora da Universidade Federal de Mato Grosso, Christiane Srussmann e da Procuradora da República no Rio Grande do Sul, Anelise Becker.

Especialistas em meio ambiente do Brasil, França, Alemanha, Colômbia, Peru e Indonésia já estão confirmados para os debates, que darão continuidade a uma sequência de eventos e ações realizadas para promover a reflexão e o aprimoramento da atuação do Ministério Público na área.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.