As roupas permanecem na 1ª posição do ranking de produtos que os consumidores pretendem comprar para presentear no Natal (55%). Os Calçados (32%), perfumes e cosméticos (31%), brinquedos (30%) e acessórios, como bolsas, cintos e bijuterias (19%), completam a lista de produtos mais procurados para a data. A informação é da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

Conforme a Confederação, quando o assunto se refere a quem deve receber os presentes neste Natal, os filhos continuam em 1° lugar (57%). Em seguida, os entrevistados mencionaram maridos ou esposas (48%), mães (46%), irmãos (24%), sobrinhos (21%), pais (20%) e namorados (17%). Os filhos também receberão os presentes mais caros (25%).

Na hora de escolher os presentes, o fator que os consumidores mais levam em conta é a qualidade do item adquirido (21%). A pesquisa aponta que dois aspectos chamam a atenção este ano e ganharam importância frente a 2017, tanto as promoções ou descontos oferecidos pelas lojas (20%, contra 13% no último ano) quanto o preço dos presentes (17%, contra 9% no ano passado).

Além desses, os entrevistados destacaram ainda o perfil do presenteado (17%) e o desejo do presenteado (13%) como pontos a serem considerados na decisão.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.