Um bebê de pouco mais de cinco meses de vida, foi diagnosticado com craniossinostose ou cranioestenose, uma doença provocada por uma anomalia genética que causa problemas na formação do crânio dos bebês.  E para conseguir financiar a cirurgia do filho, os pais Roniel e Dina Assis, decidiram fazer uma campanha nas redes sociais para pedir ajuda para custear o tratamento.

Segundo os pais se informaram o único tratamento é a correção cirúrgica, que custa R$ 45 mil e não é fornecida pela rede do Sistema Único de Saúde (SUS) e deve ser feita com urgência.

O bebê nasceu prematuro na Santa Casa de Rondonópolis, no dia 13 de julho, medindo 33 cm e pesando 1,955 quilos, ficando internado na UTI, por 22 dias. Segundo a mãe, foi neste período que os médicos constataram uma variação no crânio, no qual foi pedido exames e nada constou, mas os médicos alertaram aos pais que o pequeno fosse acompanhado por Pediatra e Neurocirurgia.

Leia também:  Índices de homicídios, roubos e furtos registram queda em MT

Na primeira consulta, o pediatra ao observar o crânio de Enrico Augusto os encaminhou para um especialista, como o Sistema Único de Saúde (SUS), não forneceu a consulta os pais arcaram com os gastos ao contatar um especialista particular, que logo solicitou com urgência uma tomografia, confirmando a anomalia genética.

A campanha “ENRICOAUGUSTOCOMAMOR” tem objetivo de arrecadar a quantia de R$ 45 mil para custear o procedimento na criança. Para mais informações o telefone da mãe Dina Assis é (66) 99696- 6622 e o link para doação na vaquinha virtual é https://www.vakinha.com.br/vaquinha/enrico-augusto-com-amor

Duas contas báncarias foram disponibilizadas para doações Banco Bradesco, Agência: 0252 Conta Corrente: 0750122-6 (Dina de Miranda Assis CPF: 655.192.482-49) ou Banco do Brasil Agência: 0551-7 Conta Corrente: 63.241-.4 (Roniel Soares de Almeida CPF: 727.922.801-15)

Leia também:  Casal é detido com armas de fogo pela Polícia durante fiscalização

 

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.