Imagem: André Luis Torres Baby
Foto: reprodução

A Polícia Civil prendeu o secretário estadual de Meio Ambiente, André Luis Torres Baby, na noite desta terça-feira (18). O mandado de prisão foi expedido pelo desembargador Orlando Perri há alguns dias, mas Baby estava viajando para o exterior, por isso só ontem foi detido.

A prisão faz parte das investigações relacionadas a “Operação Polygonum”, que já teve quatro fases até agora e investiga um esquema de fraudes milionárias na pasta.

A decisão da prisão do secretario saiu depois que uma ex-servidora da Sema teria feito a delação. Ela teria entregue conversas de WhatsApp com supostas ordens de Baby para executar fraudes na pasta, principalmente no Cadastro Ambiental Rural (CAR).

O secretário foi levado para sede da Polinter, em Cuiabá e hoje será encaminhado ao Centro de Custódia de Cuiabá.

Leia também:  Jovem é baleado e morre após desentendimento com a mãe no Tancredo Neves

Já faz uma semana que cinco pessoas estão presas por fraudes na Sema, sendo elas: o ex-superintendente da Sema, João Dias, os ex-assessores técnicos Alan Richard Falcão Dias, Hiago Silva de Queluz e Bruno César Caldas e ainda o ex-analista da secretaria, Guilherme Augusto.

Oito secretários já foram presos na gestão do governador Pedro Taques (PSDB).

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.