Imagem: f433b86b 98f8 4612 a855 891650709269
Veículo conduzido pelo suspeito – Foto: PRF

Walison José dos Santos, 22 anos, foi preso e 350 Kg de maconha apreendidos na BR-163, km-356, próximo a entrada da capital Cuiabá (a aproximadamente 220 Km de Rondonópolis), nesta sexta-feira (14). A ação foi realizada por investigadores da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE) com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A droga é proveniente do Estado de Mato Grosso do Sul e abasteceria pontos de tráfico na região metropolitana.

Durante a abordagem, o suspeito tentou empreender fuga “jogando” o veículo que conduzia contra os policiais. O automóvel Ford Ecosport, cor branca estava carregado por alguns tabletes de entorpecentes e a droga chegou a se espalhar pela rodovia e canteiro, após o carro rodar na pista e atingir uma carreta que estava parada no acostamento. O motorista foi atendido pelos socorristas da concessionária e liberado no local. Ele foi conduzido pela Polícia Civil à Delegacia.

Imagem: maconha rodovia
Droga espalhada na rodovia – Foto: PJC

“Em razão do fortalecimento das investigações, na região metropolitana, o trabalho da DRE tem sido realizado especialmente em duas frentes, no combate ao tráfico doméstico (com a desarticulação das bocas de fumo) e também na identificação de grandes fornecedores”, destaca o condutor dos trabalhos, delegado Marcelo Miranda Muniz.

O delegado titular da DRE, Vitor Hugo Bruzulato destaca a repercussão social da repressão ao tráfico de drogas. “O tráfico de drogas é o crime principal que alimenta os demais, com destaque para os delitos patrimoniais e também os crimes contra a pessoa (como homicídios, por exemplo). Em razão dessa potencialidade lesiva à sociedade é tão necessário e urgente realizar um combate técnico, firme e comprometido contra essa ação criminosa.”

Imagem: dre maconha 2
Suspeito detido – Foto: PJC

“Foram intensificadas as ações de repressão ao tráfico, bem como a identificação e prisão dos responsáveis por abastecer pontos de tráfico de drogas, o que ficou comprovado por meio das recentes deflagrações de expressivas operações voltadas ao combate ao tráfico”, afirma Vitor Hugo Bruzulato Teixeira.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.