Imagem: algemasUm homem de 39 anos, acabou detido pela Polícia Militar (PM) nesta quinta-feira (27), por desacato e injúria uma servidora pública da Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (Setrat), ao tentar retirar sua caminhonete modelo Toyota Hilux que estava apreendida no Pátio Rondon e descobrir que teria que pagar mais uma diária, no órgão que fica localizado na Vila Salmen em Rondonópolis.

A vítima de 38 anos, relatou que o homem começou a ofender com palavras de baixo calão, a xingando de “Safada, vagabunda, piranha, quenga, puta, sapatão e vadia”.

Mesmo a servidora informando que chamaria a Polícia, o homem continuou com os xingamentos a chamando de “agente grossa, despreparada e mal-amada”, relatou a vítima.

De acordo com os dados que constam no Boletim de Ocorrência (BO) de número: 2018.399123, a PM foi acionada via Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (CIOSP) para comparecer até o órgão.

No local, os policiais foram informados que o homem disse que não se importava com a presença da PM e que já agrediu agentes de trânsito e que não tinha dado em nada, continuando com as ameaças, dizendo que a se a vítima “não calasse a boca, ele seria capaz de pular a janela, quebrar a sua boca e colocar fogo no local”

Diante dos fatos, o homem acabou detido e foi encaminhado até a 1ª Delegacia de Polícia (1ªDP) em Rondonópolis.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.