Jayse Ferreira dá aulas de Educação Artística - Foto: Arquivo Pessoal
Jayse Ferreira dá aulas de Educação Artística – Foto: Arquivo Pessoal

Jayse Ferreira, que dá aulas de Educação Artística no interior de Pernambuco, e Débora Garofalo, professora de Língua Portuguesa e regente que ensina tecnologia e robótica numa área carente de São Paulo, encontraram formas de empoderar seus alunos, venceram as barreiras da “tradição” e hoje colhem os frutos.

Além de ter mudado a vida de centenas de jovens, concorrem ao “Prêmio Nobel da Educação”, que paga US$ 1 milhão ao vencedor, anunciado em março, nos Emirados Árabes.

O “Global Teacher Prize”, criado em 2015 pela Varkey Foundation, já teve dois brasileiros no top 10, mas nas duas vezes o prêmio escapou. Para a edição 2019, foram mais de 10 mil inscritos, de 179 países – por isso, ter dois brasileiros na lista de top 50 já é um enorme motivo de orgulho.

Leia também:  Professor fica ensanguentado após ser agredido com socos por aluno dentro a sala de aula
Débora Garofalo é professora de Língua Portuguesa - Foto: Arquivo Pessoal
Débora Garofalo é professora de Língua Portuguesa – Foto: Arquivo Pessoal

O G1 conversou com Débora e Jayse para saber quais foram suas iniciativas, suas trajetórias e qual o recado que eles têm para os educadores brasileiros – que ocupam o lugar mais baixo no ranking mundial de professores.

Segundo pesquisa da mesma fundação, menos de 1 em cada dez brasileiros acha que professor é respeitado em sala de aula, deixando o Brasil na nada honrosa posição de ser o país que menos valoriza os professores, em todos os aspectos.

Os recados de ambos são claros e fortes: enquanto a paulista, além de ensinar prototipagem, robótica e programação, quer empoderar as mulheres, o pernambucano quer, através da arte, combater o preconceito, melhorar a auto-estima e potencializar o aprendizado de seus alunos. E que fique claro: nenhum dos dois aceita a imagem do ‘sofressor’. Para ambos, a aula tem que encantar e, para isso, precisa da participação dos alunos em todas as etapas.

Leia também:  MEC prorroga inscrições do Sisu para domingo

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.