- Foto: Varlei Cordova / AGORA MATO GROSSO
Obras de duplicação no trecho do Trevão-Crystal até a Cervejaria Petrópolis, na BR-364 seguem paralisadas – Foto: Varlei Cordova / AGORA MATO GROSSO

Sem aprovação da Prefeitura Municipal de Rondonópolis, as obras de duplicação no trecho do Trevão-Crystal até a Cervejaria Petrópolis, na BR-364 seguem paralisadas. A execução do projeto com pouco mais de 2 quilômetros ficou à cargo da concessionária Rota do Oeste e está orçada em R$ 35 milhões. Com os trabalhos parados, corre-se o risco de se perder a terraplanagem e outros serviços que já foram feitos no local devido ao período chuvoso.

Cerca de 520 metros do trecho dessa obra de duplicação pertencem à União, sendo que o restante é de responsabilidade do município, que não autoriza a execução.

A reposta do prefeito José Carlos do Pátio (SD), é de que o projeto precisa passar por adequações e o acréscimo de passarelas para pedestres, ciclovias e outras e obras de mobilidade e enquanto ele não consegue o compromisso da concessionária para essas adequações e melhorias, não vai libera a realização da obra.

- Foto: Varlei Cordova / AGORA MATO GROSSO
O projeto precisa passar por adequações e o acréscimo de passarelas para pedestres, ciclovias- Foto: Varlei Cordova / AGORA MATO GROSSO

No começo do mês de setembro, a obra de duplicação chegou a ser iniciada, mas a falta da liberação fez com que a empresa contratada pela concessionária responsável fosse paralisada no final do mês de outubro, diante disso todo o maquinário do canteiro foi levado para outras obras na região norte do estado.

O assunto da paralisação gerou bastante polêmica, uma vez que empresários dos distritos industriais próximos da rodovia cobram o progresso do serviço, mas de segundo a concessionária, é necessária a autorização formal para que a obra possa ser feita sobre a área municipal que não foi expedida até hoje e está paralisada.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.