03 de agosto de 2021
Mais
    Capa Destaques Instrutora de natação dá dicas para prevenir afogamentos neste fim de ano
    Prevenção

    Instrutora de natação dá dicas para prevenir afogamentos neste fim de ano

    As dicas valem para locais com em piscinas, represas ou rios

    Festas de fim de ano chegando e uma recomendação aos pais ou responsáveis para crianças menores de cinco anos: Nunca deixar as crianças sem a supervisão de um adulto em piscinas, represas ou rios.

    De acordo com a instrutora de natação, Danniela Ribeira, “Se as crianças estiveram em uma piscina e uma criança menor cair, a decisão mais certa é chamar um adulto, ou um guarda vidas. O nado de sobrevivência (cachorrinho) tem que ser ensinado as crianças e quem estiver de fora não pode pular na piscina tentando ajudar, tem que chamar um responsável que vai conseguir fazer o salvamento”, disse a instrutora.

    No Brasil, o afogamento é a segunda causa de morte infantil, por isso temos a lei de número: 71/2014, que trata das normas de segurança em piscina, onde deve ser compartilhada por responsáveis e administradores.

    “Os pais hoje em dia têm muito medo e por conta disso procuram a natação para as crianças aprenderem a nadar e não se afogar, diante desse índice que têm”, explicou Danniela Ribeira.

    Imagem: mae bebe piscina
    Mãe incentiva filho a nadar desde pequeno | Foto: Reprodução/Você Repórter

    A Luana, é mãe do Benjamin de um ano e onze meses e relata que apoia e incentiva o filho a aprender a nadar desde cedo.

    “Eu não sei nada e isso fez muita falta na minha vida, por isso coloquei ele desde pequeninho para já ir aprendendo e não correr esse risco de afogamento” ressaltou a mãe.