Arma e munições apreendidas durante operação - Foto: Divulgação/Gaeco
Arma e munições apreendidas durante operação – Foto: Divulgação/Gaeco

A corregedoria da Polícia Militar e o Ministério Público de São Paulo fazem uma operação nesta terça-feira (18) para prender 53 policiais militares e 5 integrantes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC). Segundo a Corregedoria da PM, esse é o maior número de policiais presos de uma vez.

Batizada de Ubirajara, a operação mira um suposto esquema esquema de corrupção no 22º batalhão da PM no Jardim Marajoara, Zona Sul de São Paulo, do qual fazem parte os PMs alvos de mandados de prisão.

A investigação é liderada pela corregedoria da PM e começou em fevereiro, após a interceptação de 82 mil ligações telefônicas que confirmaram a suspeita de que policiais estavam recebendo dinheiro de um traficante conhecido como “Sandro” para não prendê-lo. Além de corrupção, são investigados os crimes de tráfico e associação para o tráfico.

Há 86 mandados de busca e apreensão em São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Participam da operação 450 policiais militares, sendo 280 corregedores e 170 policiais do 2º Batalhão do Choque, além de promotores de Justiça.

Todos os PMs que forem presos serão levados para o presídio Romão Gomes, no Tremembé, na Zona Norte de SP.

Outras operações
Traficantes de drogas também são alvo de outras duas operações nesta terça-feira (18).

A Polícia Federal faz operação contra o tráfico internacional de drogas nos estados de São Paulo, Santa Catarina e Minas Gerais. São cumpridos 13 mandados de prisão temporária e 12 de busca e apreensão. De acordo com a PF, o alvo é uma quadrilha comandada por estrangeiros que enviava cocaína pelos portos brasileiros para países da Europa. O esquema era coordenado na cidade de São Paulo.

Durante a investigação, em 29 de outubro, a PF e a Receita Federal localizaram no Porto de Itajaí (SC) uma remessa de 450 kg de cocaína que teria como destino a Inglaterra e que estava escondida em uma carga de farelo de trigo.

PF apreende droga - Foto: Divulgação/PF
PF apreende droga – Foto: Divulgação/PF

Outra apreensão ocorreu no Porto de Santos. Na ocasião, cerca de 1 tonelada de cocaína foi encontrada pelos policiais antes de ser enviada para a França.

A Polícia Civil de Santo André também faz uma operação antidrogas, batizada de “Alta Fluidez”. Os agentes cumprem 24 mandados de busca e apreensão e nove mandados de prisão.

Entre os nove alvos, de acordo com a investigação, estão os três traficantes mais influentes do ABC. Segundo a polícia, a quadrilha comanda o tráfico nas cidades da região, em Praia Grande e em Bauru, no interior do estado.

Para garantir agilidade e baixar os gastos com mão de obra, a quadrilha usa máquinas para embalar cocaína, crack e maconha em série, e à vácuo. Elas substituem o sistema de pesagem e de embalagem manuais. Os policiais tentam apreender essas máquinas e fazem buscas na casa de um dos fornecedores da tecnologia para o tráfico.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.