Imagem: LATROCINIO2
Veículo da vítima – Foto: PJC

Um roubo seguido de morte (latrocínio) ocorrido na zona rural do município de Sorriso (613 Km de Rondonópolis) foi esclarecido pela Delegacia da Polícia Judiciária Civil. Três homens apontados como autores do crime foram presos no Estado do Pará, com apoio da Polícia Militar do Pará.

As diligências iniciaram após a equipe da Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) da Delegacia de Sorriso, ser acionada na terça-feira (11.12), para atender uma ocorrência de encontro de cadáver, no alojamento de um armazém na Comunidade de São Luiz Gonzaga.

Durante investigação foi descoberto que a vítima identificada como, Adão Rodrigues de 57 anos, e residente na cidade de Lucas do Rio Verde, estava alojada no armazém para fazer um trabalho de desmontagem de estrutura metálica.

Leia também:  Começa neste domingo Semana Nacional de Combate ao Aedes aegypti

A vítima Adão Rodrigues estava na companhia de outros três homens, João Batista da Silva Junior, 29, Lourivaldo Girão dos Santos, 34, e Adriano Poles, 31, os quais eram seus subordinados.

Após cometerem o crime, os três envolvidos subtraíram pertences e dinheiro da vítima, fugindo em seguida utilizando um veículo Ford EcoSport prata, que também pertencia a Adão Rodrigues.

Diante dos indícios levantados, os policiais civis descobriram que os suspeitos tinham fugido para Estado do Pará. Os três tiveram os mandados de prisão preventiva representado pelo delegado André Eduardo Ribeiro, e deferidos pelo juízo da 2ª Vara Criminal da Comarca de Sorriso.

Com as ordens de prisões decretadas e informações do destino seguido pelo automóvel roubado, a Polícia Civil de Sorriso solicitou apoio da Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal, além das Polícias Civil e Militar do Estado do Pará.

Leia também:  Quatro veículos se envolvem em acidente em Rondonópolis

Na sexta-feira (14), os policiais de Sorriso foram comunicados que uma guarnição da PPD 106º de Creporizinho (PA) havia conseguido efetuar a prisão dos três procurados.

Após cumprimentos dos mandados judiciais, João Batista da Silva Junior, Lourivaldo Girão dos Santos e Adriano Poles, foram conduzidos pelos policiais militares à Delegacia de Polícia de Itaituba (PA) para as providências cabíveis.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.