Imagem: escutar ouvir musica
Foto: Reprodução/Getty Images

Você já sabe muito bem que ouvir as suas músicas favoritas faz bem. Agora, pesquisadores da Universidade de Lyon, na França, encontraram uma ligação entre a atividade e o aumento de dopamina no cérebro.

A dopamina é um hormônio envolvido em sentimentos como o amor. Ela também aparece em situações corriqueiras, como ao começar a fazer uma atividade ou ao cumprir uma meta.

O estudo envolveu 27 participantes, divididos em três grupos. Com intervalos de uma semana, em diferentes sessões, eles receberam, em via oral, levodopa (estimulante de dopamina), risperidona (inibidor de dopamina) ou um placebo (grupo de controle).

Ao avaliar os resultados, os pesquisadores registraram um aumento na produção de dopamina nas pessoas que receberam o estimulante, enquanto quem recebeu o inibidor teve a capacidade de apreciar as músicas limitada. A nova pesquisa reforça um estudo de 2011, feito por pesquisadores da Universidade de McGill, no Canadá, que registrou aumento de 9% na dopamina de pessoas que ouviam músicas.

Laura Ferreri, professora associada em psicologia cognitiva na Universidade de Lyon, diz que o estudo farmacológico foi feito para preencher uma lacuna na literatura científica sobre a ligação entre a dopamina e a música. “O nosso estudo mostra, pela primeira vez, um papel causal da dopamina no prazer e motivação musical: apreciar uma música, obter prazer dela, querer ouvi-la novamente, estar disposto a gastar dinheiro com ela, depende fortemente da dopamina que é lançada em nossas sinapses”, disse, em entrevista ao site PsyPost.

Chamado “A dopamina modula as experiências de recompensa provocadas pela música”, o estudo foi feito pelos pesquisadores Laura Ferreri, Ernest Mas-Herrero, Robert J. Zatorre, Pablo Ripollés, Alba Gomez-Andres, Helena Alicart, Guillem Olivé, Josep Marco-Pallarés, Rosa M. Antonijoan, Marta Valle, Jordi Riba, e Antoni Rodriguez-Fornells.

De acordo com Ferreri, o estudo foi realizado para compreender mais sobre o funcionamento dos mecanismo neuroquímicos que acontecem quando ouvimos música. “Não podemos concluir que tomar dopamina aumentará o seu prazer musical. O que podemos afirmar é muito mais interessante: ouvir as músicas que você gosta faz com seu cérebro libere mais dopamina, um neurotransmissor crucial para o funcionamento cognitivo e emocional dos humanos”, declarou a professora associada.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.