Imagem: VIATURA POLICIA CIVIL
Viatura da Polícia Civil – Foto: Reprodução

Um homem de 40 anos foi preso neste sábado (9), suspeito de ter abusado das duas enteadas dele, de 13 e 14 anos, em Cáceres (MT). Segundo a Polícia Civil, a prisão ocorreu após a denúncia de uma das vítimas que procurou a Polícia após fugiu de casa.

De acordo com a Polícia Civil, o homem que é boliviano e confessou o crime. A investigação apontou que a mãe das vítimas era casada com ele e sabia dos abusos e que também será indiciada no inquérito policial por estupro de vulnerável.

As investigações iniciaram quando a menina, de 13 anos, fugiu de casa e procurou a ajuda da ex-patroa da mãe dela. A mulher encorajou a menina denunciar o padrasto. Na delegacia, a adolescente relatou os abusos iniciaram há dois anos quando a família ainda estava na Bolívia.

Leia também:  Carro roubado de professora é localizado na Chácara Paraíso

Segundo a delegada, que coordena as investigações, a vítima relatou que o último abuso ocorreu há três semanas, mas que ela e a irmã eram abusadas desde que ela tinha 11 anos.

A irmã mais velha, de 14 anos, tem um filho de um ano, supostamente fruto do estupro sofrido.

O boliviano confessou os abusos praticados contra as enteadas e disse que a mãe das vítimas tinha conhecimento da situação.

Conforme a delegada, o boliviano explicou que ‘a companheira ficava brava com os abusos, mas não o impedia de estuprar as filhas.

A mãe das menores também será indiciada por estupro de vulnerável como coautora, uma vez que consentia com os abusos.

A adolescente, de 14 anos, também foi ouvida e confirmou que era abusada padrasto e que a mãe sabia do crime.

Leia também:  Justiça bloqueia R$ 178 mil do Estado para garantir cirurgia de idoso

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.