A mensagem de que a partir de agora cada servidor ficará responsável pela limpeza do seu setor já está rodando pelos gabinetes da Câmara Municipal de Rondonópolis. Acontece que uma decisão judicial suspendeu os serviços de vigilância e limpeza realizados pela empresa terceirizada que venceu a licitação.

De acordo com o secretário legislativo da Presidência, Danilo Ferreira de Oliveira, a licitação da terceirizada aconteceu em 2018 e uma das empresas foi desclassificada durante o tramite e outra foi contratada, porém, a empresa que não conseguiu contrato ingressou na Justiça e conseguiu ontem (20) o deferimento de um Mandado de Segurança que suspendia em até 24h e pelo prazo de até 20 dias os serviços prestados pela empresa vencedora.

Hoje (21) pela manhã, a empresa se retirou da Câmara e suspendeu os trabalhos.

Os Procuradores da Casa já entraram com uma ação no Tribunal de Justiça para tentar reverter a decisão. Enquanto isso, cada setor ficará responsável por sua limpeza e um vigilante será cedido pela Prefeitura Municipal para cuidar do local durante a noite.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.